13º salário será direcionado para pagamento de contas das famílias

A primeira parcela do 13º salário deve cair até o dia 20 de novembro para todos os brasileiros com contrato de trabalho pelo regime da CLT e tempo de serviço igual ou superior a 15 dias. Embora seja uma ótima oportunidade para realizar as compras de final de ano, especialistas indicam que, devido à crise financeira impulsionada pela pandemia, esse rendimento extra deve servir para completar a capacidade mensal de pagamento das famílias.

O Governo lançou a Medida Provisória 936, sancionada na Lei 14.020, que ofereceu às empresas a possibilidade de redução ou suspensão de contratos, afetando aproximadamente 10 milhões de brasileiros. “A pandemia gerou uma completa alteração em todo o processo de geração de renda. E se isso afeta no salário, vai afetar também no 13º, com redução proporcional”, explica Pedro Salanek, administrador e professor de finanças do ISAE Escola de Negócios.

Segundo o especialista, até mesmo a negociação de dívidas ficará em segundo plano neste final de ano. “Estamos vivendo um ano bastante crítico economicamente falando”, diz. “Desde o início da pandemia, muitos brasileiros tiverem de adequar seus gastos, reduzindo-os drasticamente, para poder sobreviver durante todo o ano. Nestes casos, o 13º chega para dar um fôlego no dia a dia”, aponta.

O número de famílias endividadas no Brasil ultrapassa 60% da população, o que causa grande alerta e exige cuidados especiais. “Geralmente, as dívidas têm um custo de financiamento e juros que, em caso de cheque especial ou cartão de crédito, acaba sendo bastante impactante”, explica. “Antes de pensar em viajar ou consumir mais, é preciso sair do endividamento. Todo dinheiro é bem-vindo dentro da fonte quando é para se livrar de uma dívida amarga”, complementa Pedro Salanek.

Artigos Relacionados

Apenas 15% das indústrias adotaram trabalho intermitente

Dieese alerta que precarização reduz consumo.

Desabastecimento do ‘kit intubação’ é gravíssimo

Segundo federação de Santas Casas, estoques de anestésicos, sedativos e relaxantes musculares têm, em média, três dias de duração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Rádios FM poderão antecipar aumento de potência e área de cobertura

Antes, emissoras só podiam solicitar mudança a cada dois anos e de forma gradual.

Mudanças no câmbio abrem caminho para o Pix internacional

Propostas da Consulta pública são os primeiros passos para colocar em prática o sistema de transferências instantâneas com o exterior.

Taxa de empréstimo pessoal tem pequena alta em abril

Segundo o Procon-SP, a taxa média de empréstimo pessoal foi de 6,1% ao mês.

Mercados com poucas oscilações

PEC fura-teto preocupa.

Por preços de combustíveis, IPCA deve desacelerar

Por outro lado, os preços dos serviços devem continuar em patamares baixos, influenciados pelas medidas de restrição e pelas fracas condições do mercado de trabalho.