Saudi Aramco é a empresa mais valiosa do mundo

Estatal saudita de energia teve um valor de mercado de US$ 2,43 trilhões na quarta-feira, deixando para trás a Apple, que teve queda das ações.

A Saudi Aramco, estatal saudita e maior empresa exportadora de petróleo do mundo, superou o valor de mercado da Apple e se tornou a empresa mais valiosa do mundo. A informação foi dada pelo jornal The National ontem.

As ações da Aramco fecharam quase 1% em baixa, a 45,50 riais sauditas (US$ 12,13) ​​na quarta-feira, dando à empresa um valor de mercado de 9,10 trilhões de riais (US$ 2,43 trilhões). Apesar disso, as ações da Apple caíram ainda mais, cerca de 5,2%, para US$ 146,5 por ação no fechamento do pregão, deixado a fabricante do iPhone com valor de mercado de US$ 2,37 trilhões.

Segundo o The National, as ações da Aramco subiram quase 30% desde 2 de janeiro, enquanto as ações da empresa americana de tecnologia caíram quase 20% desde o início do ano.

No início desta semana, a Aramco já havia superado a avaliação de mercado da Apple, mas por um breve período. Ainda de acordo com o The National, o valor de mercado da Aramco foi puxado pela venda de tecnologia e pelo aumento nos preços do petróleo.

 

Agência de Notícias Brasil-Árabe

Leia também:

BNDES registra lucro líquido de R$ 12,9 bi no 1º trimestre de 2022

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

FIIs do Hospital da Unimed Campina Grande está sendo negociado na B3

Ativo soma-se ao portifólio de produtos que possibilitam ao investidor qualificado a diversificação de sua carteira

Últimas Notícias

Quatro em 10 brasileiros pretendem pedir crédito nos próximos 90 dias

Intenção atingiu maior patamar desde junho de 2021; dívidas são o principal motivo.

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

Em caso de novo ataque hacker, 80% das empresas pagariam resgate

Senhas: sequências numéricas simples ainda são motivo de ataques cibernéticos.