350 imóveis de Norte a Sul do país vão a leilão em junho

A paulista Biasi Leilões, empresa que atua há 20 anos no mercado, conduzirá mais de 10 certames este mês, que disponibilizarão, no total, cerca de 350 lotes. Localizados de norte a sul do país o conjunto reúne casas, apartamentos, terrenos, chácaras e salas comerciais. Estão sendo levados a leilão por bancos como Itaú, Santander e Banco do Brasil. Com a crise econômica mais acentuada, devido a pandemia do novo coronavírus, a tendência é de muitas pessoas e empresas deixaram de honrar com os contratos imobiliários.

A Biasi Leilões promove quase que diariamente leilões de imóveis, apartamentos e terrenos, chegando a fazer mais de um por dia. O formato é online, presencial ou simultâneo. A casa de leilões esclarece que as disputas ainda serão realizadas apenas pela internet, em uma iniciativa para evitar aglomerações. Para participar, é preciso se inscrever no site www.biasileiloes.com.br até uma hora antes do início dos leilões. Os lances podem ser feitos desde já, mas é preciso que o internauta se conecte também no dia e horário marcado para a disputa em que está interessado.

Em junho, a primeira disputa acontece no dia 22, às 14h. Vinte e quatro imóveis de 11 estados poderão ser adquiridos por valores que vão de R$ 15.000,00 em uma sala comercial em Porto Alegre, RS, a R$ 284.254,43 em uma casa de Londrina, PR. Em ambos os casos, os débitos de condomínio e IPTU serão quitados pelo vendedor até a data da disputa e o pagamento poderá ser à vista ou parcelado em até 5 vezes com sinal mínimo de 30%.

Na sequência, no dia 24, o Santander coloca à venda 23 lotes de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Amazonas. Em Goiânia, os interessados em espaços comerciais podem encontrar salas a partir de R$ 143.000,00 enquanto na capital paulista tem ambiente de trabalho por R$ 141.900,00 na Barra Funda ou R$ 330.000,00 na Lapa. Já em Santo André, ainda no estado de São Paulo, um prédio comercial é vendido com lance inicial de R$ 2.252.800,00.

O banco ainda faz um outro leilão, em uma Super Venda de Imóveis, no dia 30. Na ocasião, 189 casas e apartamentos de nove estados estarão disponíveis para compra pelo site da Biasi Leilões. Todos estarão com preço abaixo do avaliado, chegando a até 70% de desconto, e poderão ser adquiridos à vista ou com financiamento em até 420 meses. Os débitos de condomínio e IPTU também serão quitados pelo vendedor até a data da disputa e o FGTS ainda poderá ser usado para abater o valor de lotes que estiverem desocupados.

Outros três certames são: do Itaú Unibanco, no dia 25, levará 38 imóveis a leilão com desconto de 10% no pagamento à vista. Em Itajaí, SC, destaque para um apartamento de 120 m² de área privativa que aparece com lance inicial de R$ 379.620,00 com o desconto. Já um apartamento na cobertura de um prédio em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, com pagamento à vista, pode ser arrematado por R$ 420.120,00. Nos dois casos, débitos de condomínio e IPTU serão quitados pela instituição até a data do certame.

No dia seguinte, 26, é a vez do Banco do Brasil e do Tribanco. O primeiro levará 45 casas e apartamentos à leilão em 13 estados a partir das 11h00. O banco oferece 3% de desconto no pagamento à vista. Um apartamento em um condomínio residencial na Serra, ES, com 43 m² de área privativa, se destaca pelo valor do lance mínimo, que é de menos de R$ 80 mil. Um pouco mais tarde, às 14h30, o Tribanco é quem oferecerá 14 imóveis do Paraná, Goiás, Amazonas, Alagoas, Ceará e Bahia. São casas, terrenos e imóveis comerciais que vão de R$ 75.000,00 em Mineiros, GO, a R$ 1,9 milhão em terras do mesmo município.

Fundada no ano 2000, a Biasi Leilões promove quase que diariamente leilões de imóveis, apartamentos e terrenos, chegando a fazer mais de um por dia. O formato é online, presencial ou simultâneo. Com sede em São Paulo, a empresa trabalha com ofertas espalhadas por todo o Brasil através de parcerias com instituições renomadas como Itaú, Santander, Inter, Embracon e Rodobens.

Os lotes chegam a ter até 70% de desconto. O leiloeiro responsável, Eduardo Consentino, é formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Gestão de Negócios pela FGV. Ele defende que os leilões possibilitam a realização do sonho da casa própria ou de um investimento. A Biasi Leilões conta com mais de 20 funcionários e se diferencia pelo atendimento no pré e pós-venda. Oferece excelência e transparência aos compradores com a experiência adquirida ao longo de quase 20 anos no mercado.

 

 

Artigos Relacionados

Fundos têm captação líquida positiva de R$ 38,3 bi em fevereiro

Ibovespa teve desempenho negativo de 4,4% no mesmo mês.

Vendas financiadas de veículos sobe um pouco em fevereiro

Vendas a crédito de veículos no mês de fevereiro foram 0,6% maiores do que o mesmo período de 2020, puxadas pela alta de financiamentos...

Governo indica nomes para ocupar Conselho da Petrobras

A Petrobras informou nesta segunda-feira que recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com seis indicações para a...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.