Quase 50% das mulheres se dividem entre trabalhar e cuidar dos filhos

Entre homens, número cai para 11,1%.