Notícias influenciam comportamento dos investidores

Mudanças no tom das matérias jornalísticas impactam preços dos ativos financeiros, diz FMI.

Como os investidores reagem às notícias? É o que tenta responder pesquisa do Fundo Monetário Internacional (FMI), que avaliou a influência das notícias nos preços internacionais de ativos usando mais de 4 milhões de artigos econômicos, financeiras, corporativos e políticos publicados pela Reuters em todo o mundo entre 1991 e 2015.

Para Damien Puy, economista da Divisão Norte-Americana do Departamento do Hemisfério Ocidental do FMI, a resposta é: sim. “Descobrimos que mudanças bruscas no sentimento das notícias tiveram um impacto significativo nos preços dos ativos em todo o mundo, confirmando que o tom da mídia, em geral, é uma ótima referência para o próprio sentimento do investidor.”

A pesquisa mostrou maior influência das notícias estrangeiras do que das locais. (Por notícias estrangeiras, entenda-se aquelas envolvendo vários países e suas inter-relações, em oposição a notícias locais envolvendo um único país.)

Ainda estamos no processo de entender por que o sentimento de notícias é tão importante e por que parece captar muito mais informações sobre o humor dos investidores do que outros indicadores baseados no mercado que são amplamente utilizados. Mas o projeto já mostra que monitorar o tom das notícias em tempo real é uma maneira muito eficaz de capturar mudanças repentinas no sentimento do investidor que não seriam capturadas de outra forma; que é fundamental para a vigilância financeira”, prega Puy.

Há algumas lacunas importantes no estudo. Primeiro, ao se limitar a uma única fonte. Segundo, deixa no ar se há um certo efeito Tostines: as notícias otimistas favorecem o otimismo do mercado, ou é o mercado otimista que influencia as notícias positivas?

 

Boas ações e bons lucros

Uma pesquisa que observou o cenário de 165 empresas de manufatura de alto desempenho de 18 países, incluindo Estados Unidos, Brasil, Japão, China, Alemanha, Finlândia, Reino Unido e Coreia do Sul, com ao menos 100 funcionários mostrou que as práticas adotadas pelas empresas que mais tiveram impacto em seu desempenho foram as práticas de saúde e segurança, ética e treinamento e desenvolvimento dos empregados.

Há uma relação positiva entre o desempenho financeiro e práticas de sustentabilidade. O levantamento confirma uma influência de 27% das práticas socioambientais nos indicadores de desempenho das empresas. Por outro lado, o estudo indica que não há relação entre as práticas de gestão ambiental e aumento de custos, refutando a noção de que adotar práticas sustentáveis traria custos maiores para as empresas.

As relações entre práticas ambientais e sociais e o desempenho podem ser tanto positivas quanto negativas em um primeiro momento. Em médio e longo prazo, entretanto, a adoção de práticas oferece benefícios financeiros para a empresa e pode consolidar sua posição no mercado”, afirma Érica Tessaro de Jesus, que desenvolveu a pesquisa “Relações entre práticas ambientais e sociais e o desempenho de empresas de manufatura” no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção e Sistemas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

O desempenho ambiental é uma tendência à qual as empresas precisam se adaptar para permanecer competitivas”, destaca Érica. Ela aponta que a sustentabilidade tem potencial para ser mais que um custo, mas também um investimento rentável. O estudo completo está em bit.ly/2MHxvXB

 

Boi bravo

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou semana passada que o preço da carne bovina já estava recuando no campo. A queda, por enquanto, entra para o campo das fake news. Os números do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP), que balizam os preços agrícolas em São Paulo, mostram que a carne sofreu novo aumento, de 1,94%, nesta segunda-feira.

 

Rápidas

A Megamatte fechou parceria com a Korin para ter mais opções saudáveis no cardápio: quibe de carne orgânica e folhado integral com frango sustentável se somam ao mate e ao açaí, que já são orgânicos *** Sábado será a última edição do ano da campanha de adoção e vacinação de animais Busucão, no Caxias Shopping, das 10h às 16h *** O VisitNow, plataforma de reservas de hotéis de última hora, acaba de firmar uma parceria com a Movida, empresa de aluguel de carros.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Cristiano Ronaldo, Coca-Cola e Nelson Rodrigues

Atitude do craque português realmente derrubou ações da companhia de bebidas?

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Brasil: 3º maior em descomissionamento offshore em 10 anos

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 1584/21 que propõe regras para o desmonte e a reciclagem de embarcações e de instalações...

Eve faz parceria para acelerar soluções de mobilidade aérea urbana

A Eve Urban Air Mobility Solutions, Inc (Eve), da Embraer, e a Skyports, companhia líder no segmento de vertiportos, anunciaram nesta segunda-feira uma parceria...

UE promete tolerância zero em relação a fraude

A Comissão Europeia vai ter “tolerância zero” em relação à fraude e às “desconformidades” na utilização dos fundos europeus por parte dos 27 Estados-membros...

Primeiros REITs da China começam a ser negociados

O primeiro lote de fundos de investimento imobiliário em infraestrutura (REITs, sigla em inglês) da China começou a ser negociado nesta segunda-feira, com cinco...

Investimento estrangeiro direto recua 20 anos no Brasil

Os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED), devido a crise da Covid-19, despencaram globalmente em 35% em 2020, ao passarem de US$ 1,5 trilhão...