Agora é oficial: EUA se retiram do Tratado de Paris

Governo ainda não se pronunciou sobre o fato.

Os Estados Unidos (EUA) retiraram-se oficialmente do Acordo de Paris sobre Mudanças Climáticas nesta quarta-feira, após completar um ano de seu pedido de renúncia ao referido pacto, aplicando assim o cronograma estipulado.

Em meio à contagem dos votos para a 59ª eleição presidencial, nenhum órgão oficial ou governante dos Estados Unidos se pronunciou sobre a saída do referido pacto.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, havia anunciado em 1º de junho de 2017 a renúncia do referido tratado, no entanto, as disposições do Acordo de Paris o impediam de se retirar imediatamente.

O artigo 28 do referido acordo internacional estipula que o país requerente deve aguardar um ano exato a partir do momento em que fez o pedido formal de saída.

O pedido oficial foi rubricado em 4 de novembro de 2019, de forma que, a partir de 4 de novembro de 2020, os Estados Unidos saem automaticamente do Tratado de Paris sobre Mudanças Climáticas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China: Controle de infrações no mercado de capitais do país

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, assinou um decreto do Conselho de Estado divulgando um regulamento sobre novos métodos de aplicação da lei para...

Comércio global deve movimentar US$ 28 trilhões em 2021

Comércio de bens bateu recorde no 3º trimestre de 2021, chegando a US$ 5,6 trilhões.

Fome sobe 30% na AL e Caribe e atinge 59,7 milhões de pessoas

E a insegurança alimentar afeta 92,8 milhões .

Últimas Notícias

Nova pandemia alerta turismo e a compra de moeda estrangeira

Turistas devem planejar bem o momento de comprar.

Brasil tem 63,4 milhões de inadimplentes e dívidas chegam a R$ 253 bi

Bancos e cartões de crédito encabeçam ranking das contas responsáveis pela inadimplência.

Gilberto Gil torna-se imortal da Academia Brasileira de Letras

O grande cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil foi eleito recentemente para a cadeira número 20 da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Embaixador: A China é muito importante para Chile

“Queremos mostrar ao mundo, principalmente à China, que mesmo Chile sendo um país pequeno na costeira da América do Sul e na borda do mundo, está bem perto da China”, disse em uma entrevista Luis Schmidt Montes, Embaixador Chileno na China.

Caixa e BB são destaques em governança mas Guedes quer privatizar

Estatais converteram prejuízo de R$ 35 bi em 2015 para superávit de R$ 135 mi em 2021.