A cada seis minutos um carro é roubado ou furtado em SP

Ocorrências cresceram 23,74% nos primeiros meses do ano; capital lidera crime.

O número de ocorrências de roubo e furto de automóveis, caminhonetes e utilitários cresceu 23,74% nos quatro primeiros meses de 2022, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram 21.249 roubos e 7.849 furtos, o que corresponde a um veículo subtraído a cada seis minutos, segundo estudo detalhado que acaba de ser publicado no Boletim Econômico Tracker-Fecap. Os números são analisados com base nos dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP).

Os carros mais visados são também os que apresentaram as maiores altas nas estatísticas. Destaque para o Hyundai Creta 16A Attitude, que teve um crescimento de 125,81% no número de roubos de janeiro a abril.

“Dentre os quatro modelos mais furtados no período, observa-se um crescimento dos crimes na comparação com o mesmo quadrimestre de 2021. Chevrolet Corsa Wind (+26,48%); Chevrolet Onix 1.0MT LT (+53,00%); Hyundai HB20 1.0M Comfort (+26,63%) e Fiat Mobi Like (+10,56%). Já nos modelos mais roubados, além do Creta, estão Hyundai HB20 1.0M Comfort (+30,56%); Chevrolet Onix 1.0MT LT (+34,38%); e Fiat Argo Drive 1.0 (+21,31%)”, afirma o coordenador do Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da Fecap, Erivaldo Costa Vieira.

Entre janeiro e abril de 2022, os furtos foram em maior número pela manhã (30,09%), seguido de casos à noite (24,79%) e à tarde (23,42%). Já os roubos ocorreram mais no período da noite (43,99%), seguido pelos períodos da tarde (22,53%) e manhã (22,02%).

A capital paulista foi a cidade com o maior número de furtos, em todos os períodos analisados (de janeiro a abril de 2022, de setembro a dezembro de2021 e de janeiro a abril de 2021), apresentando um crescimento de 14,16% na passagem do último quadrimestre de 2021 para o primeiro deste ano. A cidade de Santo André, na Grande São Paulo, se manteve na segunda colocação, com alta de 29,59% no mesmo período, seguida por Campinas (+3,74%) e Guarulhos (+6,28%). Completam o top 10 deste ano, os municípios de Osasco (+26,92%); São Bernardo do Campo (+40,28%); Ribeirão Preto (-3,36%); Mauá (+0,23%); São José dos Campos (+45,06%) e Americana (+7,51%).

Com relação aos roubos, houve mudanças nas posições entre os quatro municípios com mais crimes desta natureza. A capital paulista se manteve na primeira colocação com 3.319 ocorrências no primeiro quadrimestre de 2022, representando aumentos de 9,47% e 16,37% em comparação ao quadrimestre imediatamente anterior e ao mesmo período do ano passado, respectivamente. São Bernardo do Campo saltou da quarta para a segunda colocação, no primeiro quadrimestre deste ano, com um crescimento de 30,36% e de 72,49%. Já o município de Santo André se manteve na terceira posição do ranking, apresentando uma estabilidade na passagem do último quadrimestre de 2021 para o primeiro de 2022 (+1,06%). Comparando com o mesmo período de 2021, houve uma alta significativa de 56,56%. Campinas completa o top 4, com queda de 6,43% nas ocorrências em comparação ao último quadrimestre de 2021, mas com um leve crescimento de 1,61% nos registros de furtos frente aos quatro primeiros meses do ano passado.

Na capital, os bairros que apresentaram as maiores quantidades de furtos de carros entre janeiro e abril deste ano, foram: Tatuapé (269 ocorrências); Água Rasa (233 ocorrências); Vila Matilde (231 ocorrências); Itaquera (224 ocorrências) e Vila Prudente (218 ocorrências). Sob a ótica dos roubos, os bairros mais perigosos foram São Mateus (114 ocorrências); Ipiranga (94 ocorrências); Sacomã (78 ocorrências); Jabaquara (74 ocorrências) e Jardim Ângela (74 ocorrências).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Espanhóis levam aeroporto de Congonhas

Única empresa a apresentar proposta, Aena inclui terminais em mais três estados; Anac concedeu 15 aeroportos em leilão hoje.

Eólica evitou emissão de 34,4 milhões de T de CO2 no Brasil em 2021

Já instalação de sistemas de energia solar em residências deve dobrar até o fim do ano.

Últimas Notícias

Vale testa caminhões de 72 toneladas 100% elétricos

Veículos serão usados nas operações da mineradora em Minas Gerais e da Indonésia

Xangai quer estimular mais o consumo

Será a primeira emissão de cupons eletrônicos para estimular o consumo

Pequenos incidentes cibernéticos podem iniciar grandes problemas

Alerta é do coordenador do Grupo Consultivo de Cibersegurança da Anbima

Rio Grande do Sul publica edital de concessão do Cais Mauá

Prevê revitalizar um dos principais patrimônios da cidade por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP)

Rio pode ter fomento de áreas produtoras de petróleo

Norma estabelece que o governo do estado desenvolva políticas de apoio e parceria.