A hora da prata

Metal ruma para ser o preferido do mercado.

O ouro, como antecipado por esta coluna, bateu a cotação de US$ 2 mil por onça troy e mostra uma valorização superior a 32% este ano. Mas a queridinha do mercado em breve será a prata. O metal, cujo preço subiu pouco menos que o irmão dourado, em breve deve superar o ouro em valorização, prevê Michael Hsueh, estrategista de moedas e commodities do Deutsche Bank.

Em entrevista à CNBC, o analista explicou que a prata tem um componente industrial muito maior. Em um ambiente onde a economia global se levanta do maior tombo desde 1929, Hsueh vê motivos para comprar prata.

Há ainda o “Fator Biden”. Caso o candidato democrata se torne o novo presidente dos Estados Unidos, na eleição marcada para novembro, deverá implantar o plano de recuperação impulsionando a Economia Verde, o que aumentará a demanda por prata.

 

Mais rápido e melhor

O mundo mudou, e a forma de analisar risco não é mais a mesma. “Os dados estruturados possibilitam desenvolver modelos de um jeito muito mais veloz e com resultados ainda melhores”, afirma Gustavo Oliveira, diretor Comercial da Quod, birô de crédito autorizado pelo Banco Central a operar o cadastro positivo.

Em parceria com Neurotech e Eletrozema, a Quod realizará na próxima quinta-feira, às 17h, uma live sobre tendências do mercado de análise de crédito.

 

Prorrogar a LGPD

A Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (Contic) apoia a prorrogação da vigência da Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD, conforme previsto na MP 959/2020. A entidade, que representa as empresas que de TI e telecomunicações, também manifestou apoio à PEC 17/2019, que coloca a proteção de dados pessoais como direito fundamental e atribui à União a competência privativa para legislar sobre proteção e tratamento desses dados. MP e PEC esperam apreciação pelo Congresso Nacional.

 

Copo meio cheio

O Banco da Inglaterra (BC) projeta uma queda de 9,5% no PIB britânico este ano. É uma previsão menos pessimista que em maio, quando alertou que o PIB poderia cair 14% este ano – no que teria sido a recessão mais profunda em mais de 300 anos.

Mesmo assim, será a maior queda desde 1921, após a Primeira Guerra Mundial, quando o PIB caiu 9,7%. E o desemprego deve dobrar em relação a 2019, atingindo 2,5 milhões de trabalhadores.

 

Acóde

Com o intuito de minimizar os impactos da Covid-19 na vida de famílias residentes de vilas e favelas de Belo Horizonte e da região metropolitana, o FA.VELA deu início, em junho, ao Acóde, projeto que oferece auxílio financeiro, por meio de um cartão-alimentação da Sodexo no valor de R$ 250, a mais de 500 famílias, durante três meses, e visa impactar mais de 1.500 pessoas com a iniciativa, financiada pelo Itaú Social. No total cerca de R$ 375 mil serão distribuídos.

 

O último a sair apague a luz

Em 2020, os investidores estrangeiros retiraram R$ 84,91 bilhões do mercado acionário brasileiro até julho, quase o dobro da fuga em todo ano passado, que foi de R$ 44,5 bilhões. Sustentam a recuperação da Bolsa – considerada cara pelos analistas – os investidores individuais.

 

Rápidas

A FGV Direito Rio realizará nesta terça-feira, às 18h, o webinar “Constituição Tributária Comentada – uma análise jurisprudencial prática e resolutiva”, no Canal da FGV no YouTube. O debate contará com a participação do ex-ministro do STF Eros Grau e do procurador da Fazenda Nacional, Daniel Giotti *** Nesta segunda-feira, às 19h30, o grupo de ativistas sociais A Liga recebe para uma conversa o administrador e político da Rede Eduardo Bandeira de Mello. Na pauta, os problemas do Rio de Janeiro e esporte. Será no Facebook @aligario2020 *** Alan Victor entrevista Paulo Michel, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ) e CEO da Louvre Hotels Group Brazil, nesta terça-feira, às 18h, no instagram @riofaciloficial *** Para celebrar o 11 de Agosto, data da criação dos cursos jurídicos no Brasil, a Aasp preparou uma série de eventos digitais a partir do dia 13. Detalhes da programação aqui *** O CAMP Mangueira convidou a historiadora Aline Nascimento, analista do ID_BR, para conversar sobre antirracismo no trabalho. Será na terça-feira (11), às 13h, no @campmangueira

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Benext lança primeiro serviço de voice commerce no Brasil

Desenvolvida pela startup para Colgate-Palmolive, a loja é integrada com a Amazon e o cliente faz toda a compra por comando de voz.

‘Imortal: Arte, Alma e Futuro’ nesta 5ª feira

Autora do monumento em homenagem a Ayrton Senna expõe 45 peças inéditas no Centro Cultural Correios RJ.

Exposição ‘Enredados’ no Centro Cultural Correios RJ

São seis esculturas e seis pinturas, com 2 metros de altura, abstratas e com metal naval.

Protestos contra a venda da Reman

O Sindicato dos Petroleiros do Amazonas (Sindipetro-AM), filiado à Federação Única dos Petroleiros (FUP), entrou com ação na Justiça contra a venda da Refinaria...

Vale e empresa chinesa buscam descarbonização para a siderurgia

A Vale assinou um Memorando de Entendimento ("Memorandum of Understanding”, ou “MoU”, em inglês) com a chinesa Jiangsu Shagang Group Co., Ltd em que...