A importância da proteção legal patrimonial

Importância da Proteção Legal Patrimonial (PLP) para garantir a segurança e a continuidade dos bens familiares e empresariais. Por Luciana Gouvêa.

123
Luciana Gouvêa

A proteção do patrimônio é uma preocupação que transcende barreiras sociais e econômicas. Independentemente da quantidade de bens, do tamanho da fortuna ou do status social, todos têm algo valioso a proteger, seja uma casa, uma empresa ou uma herança de família.

Adiar o processo de organização financeira e de proteção patrimonial pode deixar seus bens vulneráveis a riscos potenciais, aumentando a probabilidade de que medidas de proteção se tornem urgentes, caras, difíceis e, às vezes, ineficazes em momentos de crise.

Exemplo disso é o provedor familiar que sofre um acidente, desenvolve uma doença inesperada ou, mesmo, aquele que foi diagnosticado com Alzheimer ou outras doenças degenerativas cujo desenvolvimento é lento, mas deixou de tratar antecipadamente dessas questões.

A procrastinação é uma dificuldade comum enfrentada por muitas pessoas ao lidar com questões financeiras e legais, mas, se o arrimo do grupo familiar segue adiando esse tratamento profissional dos bens, as consequências da desorganização patrimonial recairão sobre a família e o próprio líder familiar.

Espaço Publicitáriocnseg

As ferramentas da Proteção Legal Patrimonial (PLP) estão aí para ajudar nessa tarefa, proporcionando organização para que outros familiares, ou mesmo algum profissional (advogados especializados em planejamento patrimonial, contadores ou consultores financeiros), assumam a gerência dos negócios ou das finanças do chefe de família nos momentos precisos.

A PLP serve como processo contínuo de revisão e ajuste das necessidades do líder familiar ao longo do tempo, à medida que as circunstâncias pessoais, as leis e a economia mudam.

Além do patrimônio da família, empresários também têm a responsabilidade de proteger os ativos de suas organizações, implementando estratégias de gestão de riscos e planejamento sucessório para garantir a continuidade dos negócios no longo prazo.

A PLP, tratada com especialistas, favorece a implementação de medidas de proteção de acordo com as necessidades e os instrumentos legais disponíveis, cada um com suas próprias vantagens e considerações específicas, tais como trusts, holdings, seguros, acordos pré-nupciais, testamentos, reorganização societária, etc., sem o risco dessas estratégias serem interpretadas como fraude ou tentativa de evitar obrigações legítimas.

Em última análise, a proteção patrimonial é um imperativo universal, pois todos têm interesse pessoal em desfrutar e preservar as conquistas obtidas com trabalho árduo ao longo da vida. A Proteção Legal Patrimonial (PLP) é a oportunidade para os proprietários de bens agirem proativamente, garantindo que seus ativos permaneçam protegidos contra instabilidades diuturnas, assegurando a durabilidade do patrimônio e a fruição dos bens, mesmo diante da passagem dos anos e dos governos.

Luciana Gouvêa é advogada especialista em Proteção Legal Patrimonial e Proteção Ética e Legal Empresarial, informação e entrega de direitos. Especialista na área de inovação e tecnologias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui