A indústria da China se recupera com a manufatura de alta tecnologia

As economias industriais locais da China observam mudanças positivas no quarto trimestre, com o valor agregado industrial em mais da metade das províncias, municipalidades e regiões autônomas da China, recuperando o crescimento anual em outubro a partir de setembro.

Um homem trabalha em uma fábrica da Siderúrgica Ansteel na cidade de Anshan, província de Liaoning, no nordeste da China, 19 de agosto de 2021. (Xinhua / Yang Qing)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 25 Nov (Xinhua) – As economias industriais locais da China registram mudanças positivas no quarto trimestre em mais da metade das províncias, municipalidades e regiões autônomas da China, recuperando o crescimento anual em outubro a partir de setembro e a taxa de crescimento industrial em províncias como Guangdong, Shaanxi e Hubei estão se tornando positivas, impulsionadas pelo rápido desenvolvimento da manufatura de alta tecnologia como um importante motor de crescimento da economia industrial.

– O crescimento da produção industrial se recupera em 16 províncias

As economias industriais locais da China estão funcionando bem em geral, com o valor agregado das indústrias acima do tamanho designado, crescendo nos primeiros dez meses deste ano em 31 províncias, municipalidades e regiões autônomas, dentro das quais os números em 17 províncias, municipalidades e regiões autônomas acompanharam um crescimento anual acumulado acima de 10%, de acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística da China (NBS, sigla em inglês).

Em termos de dados mensais, o crescimento anual do valor agregado industrial em mais da metade das províncias, municipalidades e regiões autônomas da China ultrapassa o nível médio de 3,5% em todo o país, bem como Beijing, Tibete, Hainan e Qinghai obtiveram um crescimento anual de dois dígitos em outubro.

Houve uma desaceleração da produção industrial desde o segundo semestre de 2021 devido à pandemia de COVID-19, às enchentes e à escassez de matéria-prima. No entanto, a produção industrial recuperou ligeiramente em outubro por causa da implementação da política de garantia do abastecimento e estabilização de preços.

O crescimento da produção industrial acelerou em 16 províncias, municipalidades e regiões autônomas em outubro em relação ao mês anterior, com Guangdong, Shaanxi, Hubei e Tianjin, passando de negativo para positivo, de acordo com dados do NBS.

A província de Shaanxi, maior produtora de energia da China, viu seu crescimento proeminente. O valor agregado das indústrias acima do tamanho designado em outubro cresceu 5,8% anual, um aumento de 15,1% em relação a setembro. O setor de energia se recuperou rapidamente com um crescimento anual de 4,6% em outubro, um aumento de 20,6% em relação a setembro.

Sob políticas de apoio, o suprimento de carvão foi reestabelecido, enquanto o fornecimento e produção acelerados de eletricidade e aquecimento provenientes da estação de aquecimento nas regiões do norte da China levam à recuperação da produção industrial local, disse Luo Huanjie, um pesquisador sênior de um instituto de pesquisa de investimento.

Entre 31 províncias, municipalidades e regiões autônomas, Beijing ocupa o primeiro lugar no Ranking de crescimento do valor agregado industrial, com o valor agregado das indústrias acima do tamanho designado subindo 36,7% de janeiro a outubro e um aumento de 18,3% somente em outubro, tornando a cidade um destaque em todo o país tanto no crescimento anual acumulado e quanto no crescimento mensal.

As indústrias de alta tecnologia desempenharam um papel indispensável no crescimento da produção industrial de Beijing. De janeiro a outubro, o valor agregado da manufatura de alta tecnologia e das indústrias emergentes estratégicas acima do tamanho designado de Beijing, aumentou respectivamente 1,4 vezes e 1,1 vezes, liderado por indústrias-chave, como produtos no setor de medicina e de eletrônicos, conforme os dados do Departamento Municipal de Estatística de Beijing.

– Fabricação de alta tecnologia como principal motor de crescimento das indústrias locais

A manufatura de alta tecnologia da China floresceu em todo o país em outubro, ultrapassando os demais indústrias e se tornando a principal força motriz da produção industrial local.

Por exemplo, o valor agregado da manufatura de alta tecnologia acima do tamanho designado na província de Fujian aumentou 20,1%, impulsionando o número de toda a província em 12,9% e contribuindo com 64,2% para o crescimento do setor industrial. Enquanto a província Anhui viu um aumento de 11,3%, 8,3%  a mais do que o valor agregado industrial geral, contribuindo com 48,1% para o crescimento industrial geral do local.

A produção de novos produtos industriais dobrou em muitos lugares em outubro. Por exemplo, a produção de produtos de TI de nova geração, como impressoras de 3D e servidores aumentou em 1,2 vezes e 1,7 vezes respectivamente, na província de Jiangsu, enquanto a produção dos veículos de nova energia de Anhui, equipamentos de estação base para telefonia móvel de Fujian e conjuntos de computadores de Henan aumentaram em 1,6 vezes, 1,4 vezes e 36,3 vezes, respectivamente.

A produção industrial continua a se recuperar em outubro na província de Anhui, especialmente com a fabricação de equipamentos e indústrias emergentes mantendo o ímpeto como um novo motor econômico para apoiar o desenvolvimento de alta qualidade das indústrias, disse um funcionário do Departamento Provincial de Estatísticas de Anhui.

Durante o período do 14º Plano Quinquenal, os governos locais estão acelerando a transformação e atualização do setor manufatureiro, fornecendo suporte financeiro para a produção e investimento em manufatura de alta tecnologia, que proporciona ao desenvolvimento próspero da indústria, acrescentou Luo. Fim

Leia também:

China vê desenvolvimento robusto no metaverso

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.

FMI Eleva pesos de renminbi e dólar na cesta de SDR

O Fundo Monetário Internacional anunciou no sábado um aumento no peso do renminbi chinês e do dólar americano na cesta de Direitos Especiais de Saque (SDR) após concluir a revisão quinquenal.

Últimas Notícias

Eletrobras anuncia lucro de R$ 2,7 bi no primeiro trimestre

Resultado foi gerado por redução de custos e contratos bilaterais; comissão da Câmara discute impacto da privatização.

Brasil deverá atingir 12,5% da produção mundial de algodão até 2030

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, em março, as cotações da commodity subiram em 5,41%.

TSE autoriza ‘vaquinha virtual’ para financiar candidaturas

Eleitores agora podem contribuir com os seus candidatos.

Botijão de gás poderia custar R$ 60

Segundo Fernando Siqueira, com média de R$ 114, aproximadamente, o botijão chega a custar até R$ 160.

IGP-10 varia 0,10% em maio

Queda verificada em abril e maio nos preços de grandes commodities agrícolas e minerais contribuiu para queda da inflação ao produtor.