28.7 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

A pique

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o direito de resposta solicitado pela Petrobras, no horário gratuito eleitoral do PT. O pedido fora feito em razão de críticas do candidato petista, Luiz Inácio Lula da Silva, pela contratação de estaleiros estrangeiros para a construção de plataformas de petróleo no país. O ministro do TSE Caputo Bastos julgou o recurso da estatal.

Tem, mas acabou
Segundo estimativas do varejo e da indústria, de cada 100 itens comercializados nos supermercados, pelo menos 15 não se encontram disponíveis nas gôndolas para o consumidor em algum momento. Esse número pode ser ainda maior, dependendo do segmento (supermercados, farmácias, material de construção). Além de prejuízos diretos, a empresa perde ao deixar de atender as expectativas do seu cliente: o consumidor pode decidir passar a fazer compras em outra loja. A solução para a falta de produtos nas gôndolas envolve planejamento de vendas, assim como melhoria na gestão dos estoques Mais de 300 das maiores empresas americanas, incluindo Procter&Gamble, Unilever e Nabisco, adotaram o sistema CPFR e registraram aumento entre 10% e 100% nas vendas, redução da falta de produtos entre 25% e 50% e dos índices de devolução de mercadorias pelos consumidores de 5% a 20%. O conceito será apresentado em seminário promovido pela Associação ECR Brasil nos dias 27 e 28 próximos, com um dos criadores do CPFR, o norte-americano Joe Andraski.

Pato manco
É comovente o esforço de FH – que vê seu candidato à sucessão rumar para os últimos postos nas pesquisas eleitorais – de se manter na mídia, com alguma colaboração da imprensa amiga.

Reforma agrária
Nem todos os pefelistas se bandearam para a campanha de Ciro Gomes. Ronaldo Caiado (PFL-GO), por exemplo, está firme ao lado de José Serra. Sim, ele mesmo, Caiado, ex-presidente da ultraconservadora UDR.

Dano moral
Nos dias 16 e 17 de setembro, jornalistas e juristas vão se reunir no Rio de Janeiro para discutir, entre outros assuntos, o dano moral, o acesso à informação e a censura. O evento, intitulado “Justiça, Imprensa e Democracia”, será gratuito e aberto ao público, e foi organizado pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio (Amaerj), Escola da Magistratura (Emerj) e pelo Tribunal de Justiça, com o apoio institucional da Associação Nacional de Jornais (ANJ). Dentre os palestrantes que já confirmaram presença estão o jurista Sérgio Bermudes, o juiz Luis Gustavo Grandinetti Castanho, o sociólogo Luiz Werneck Vianna e a jornalista Ana Arruda Callado. Informações pelos telefones (21) 2588-3369 ou (21) 2588-3380.

É isso aí
A Coca-Cola entrou na campanha eleitoral do Rio de Janeiro sem saber. Um candidato a deputado estadual escreveu nos seus cartazes seu nome e sobrenome – que também começam com a letra C – de uma forma semelhante ao símbolo do famoso refrigerante da multinacional.

Salvo pela chuva
Choveu na horta do chanceler alemão, o social-democrata Gerhard Schröder. Seu empenho na administração dos problemas causados pelas chuvas que assolam o país – uma das maiores catástrofes naturais da história do país – tem sido bem-vista pelo eleitorado. De acordo com quatro institutos de pesquisas, a vantagem de seu principal oponente na disputa pela Chancelaria, o conservador Edmund Stoiber, mostrou tendência de queda – chegando a apenas um ponto percentual em uma das sondagens divulgadas. A economia é o ponto fraco de Schröder. Em 1998, ele declarou que “não mereceria ser reeleito em 2002” se o número de desempregados não estivesse em 3,5 milhões. Segundo estatísticas recentes, há mais de 4 milhões de desempregados no país, cerca de 10% de sua mão-de-obra ativa.

Artigo anteriorProbo
Próximo artigoInflação
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.