A Receita e os ricos que ganham R$ 1.951 por mês

Taxação de 0,5% extra sobre a riqueza criaria milhões de empregos e reduziria desigualdade.

Fatos e Comentários / 19:18 - 10 de ago de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Um estudo da Receita está sendo usado para rebater propostas de aumento das alíquotas de Imposto de Renda que visam uma melhor justiça fiscal. A Receita conseguiu colocar na categoria dos 20% mais ricos os brasileiros com renda domiciliar per capita mensal acima de R$ 1.951 (dados de 2018).

O grande problema neste tipo de recorte – como o de “10% mais ricos concentram 43% da renda total” – é que mistura faixas de ganhos muito distantes. Se o recorte for mais preciso, a classe média deixa o paraíso e as disparidades saltam aos olhos. Por exemplo, o IBGE mostra que o 1% mais rico da população brasileira, cerca de 900 mil pessoas, ganharam em 2019 R$ 28.659 por mês, ou cerca de 28% da renda.

Se a faixa for ainda mais estreita, a concentração fica cristalina. Tabela elaborada pelo economista Thales Nogueira, com dados de 2018 de Assouad, Chancel e Morgan, revela que o 0,001% mais rico tinha uma renda anual de 28,2 milhões (R$ 180 milhões!). Apenas 900 pessoas – dá para fazer uma relação com nome e CPF sem ocupar mais que 1 página do jornal.

Não é diferente no resto do mundo. Dados da ONG britânica Oxfam mostram que apenas 2.153 bilionários do planeta têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas (60% da população mundial). E calcula a entidade que, se o 1% mais rico do mundo pagasse uma taxa extra de 0,5% sobre sua riqueza nos próximos 10 anos, seria possível criar 117 milhões de empregos em educação, saúde e assistência para idosos.

Essa é a receita – sem trocadilho.

 

Arraes

Cerca de 30 mil itens que compõem o acervo do advogado e ex-governador de Pernambuco por três vezes Miguel Arraes de Alencar (1916-2005) foram doados à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) pelo Instituto Miguel Arraes. Nesta quarta-feira, são lembrados os 15 anos do falecimento do político nacionalista e 6 anos da morte de Eduardo Campos, seu neto.

Uns lutam sempre, esses são para sempre. É com emoção que recebemos esse importante acervo, de alguém que está no panteão dos heróis da pátria, junto de Joaquim Nabuco, Delmiro Gouveia e outros importantes acervos preservados pela Fundaj”, afirma o presidente da Fundação, Antônio Campos, que é neto de Arraes.

 

Telinha

A chinesa Hisense, de eletrônicos de consumo e eletrodomésticos, vai patrocinar o Paris Saint-Germain. Neymar, um dos astros do time francês, tem contrato no Brasil com a TCL, chinesa concorrente.

 

Lugar correto

O Monitor Mercantil adverte: máscara no queixo não protege contra o coronavírus, assim como deixar o nariz de fora. É como usar camisinha na carteira ou na bolsa.

 

Rápidas

Os consultores Luiz Affonso Romano e Clesio Landini estão ajudando profissionais em transição de carreira, aposentados e reformados a ingressarem na consultoria empresarial. Saibam mais aqui *** A Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ e a Fundação Cesgranrio promovem exposição digital da artista plástica niteroiense Lu Valença. Os 18 quadros com temas femininos podem ser vistos no Face *** Os ministros do STF Luís Roberto Barroso e Cármen Lúcia participarão nesta terça, às 17h, do webinar “A defesa da democracia – seminário do Instituto dos Advogados Brasileiros e do Instituto Victor Nunes Leal em homenagem ao Dia do Advogado”, pelo canal TVIAB no YouTube *** Nesta quarta, às 10h30, a ACRJ apresentará palestra sobre “A cultura oriental no tratamento da saúde”, com Sohaku Bastos, presidente do Instituto Cultural Brasil-Japão. Inscrições no Zoom *** O IAG - Escola de Negócios da PUC-Rio acaba de lançar 15 cursos online de curta duração. Mais informações aqui *** Aasp fará nesta terça, 17h, “Sessões e audiência virtuais: realidade na pandemia ou vieram para ficar?”. Inscrições aqui *** Estão abertas as inscrições para a segunda edição do programa de aceleração de ideias e startups Founder Institute Goiânia Virtual 2020, até 23 de agosto *** O Conselho Regional de Administração (CRA-RJ) lançou a plataforma online gratuita ADM Perfil&Negócios para promover serviços profissionais e empresariais para registrados no Conselho.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor