Abrasce: 1.759 marcas inauguram novas lojas em shoppings de todo o Brasil

Volume representa o melhor resultado da série histórica iniciada em 2021; alimentação/bebidas e vestuário tiveram os maiores destaques

90
Shopping vazio (Foto: ABr/arquivo)
Shopping vazio (Foto: ABr/arquivo)

Levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) aponta que 1.759 marcas inauguraram novas lojas em shoppings no quarto trimestre de 2023, o que representa o melhor resultado da série histórica, iniciada no primeiro trimestre de 2021. Em comparação com o período anterior (terceiro trimestre de 2023), que contou com 1.376 marcas em expansão, o crescimento foi de 27,8%. O desempenho também superou o registrado no quarto trimestre de 2022, maior volume até então, com 1.578 marcas inaugurando unidades (alta de 11,5%).

De acordo com o estudo “O Varejo dos Shoppings: Marcas em Expansão”, os segmentos que mais expandiram entre outubro e dezembro, foram: alimentação e bebidas (25%), seguido por vestuário (20%), artigos para o lar, decoração e presentes (7%), perfumaria e cosméticos (6%), calçados (5%), entretenimento (5%), relojoaria e joalheria (4%), acessórios (4%), serviços estéticos (4%), telefonia e acessórios (3%), artigos esportivos (2%).

A seguir estão as 10 primeiras colocadas, entre as 1.759 marcas que anunciaram inaugurações ao longo do 4T23, que mais inauguraram novas unidades entre todos os segmentos mapeados: 1ª – Milky Moo (alimentação e bebidas); 2ª – Natura (perfumaria e cosméticos); 3ª – Pandora (Relojoaria e Joalheria); 4ª – Fini (alimentação e bebidas); 5ª – Kopenhagen (alimentação e bebidas); 6ª – KFC (alimentação e bebidas); 7ª – L’Occitane (perfumaria e cosméticos); 8ª – Vivara / Life by Vivara (Relojoaria e Joalheria); 9ª – Touti Cosmetics (perfumaria e cosméticos); e 10ª – Chocolates Brasil (cacau alimentação e bebidas), Crocs (calçados), Havaianas (calçados) e Cacau Show (alimentação e bebidas). Vale destacar que as marcas Pandora, L’Occitane e Chocolates Brasil Cacau estrearam no ranking das top 10 que mais inauguraram novas lojas no setor de shopping centers.

Além das marcas que mais inauguraram no setor, novas empresas passaram a atuar em shopping center, e com isso foram destaque no quarto trimestre de 2023. As marcas abaixo foram escolhidas, por se tratarem de um lançamento de mercado ou por terem sua estreia anunciada no setor de shopping center: We Coffee (alimentação e bebidas), Decolar (agências e serviços de viagens), Converse (calçados) e Marvel (brinquedos e artigos infantis). Já no segmento de outlets, as marcas entrantes que tiveram destaque são: Marilan (alimentação e bebidas), Agilità (vestuário) e Me܂linda (perfumaria e cosméticos).

Espaço Publicitáriocnseg

Ainda segundo o estudo, mais de 4.000 marcas anunciaram inaugurações de novas lojas em shopping centers no ano passado, de acordo com os mapeamentos trimestrais realizados pela Abrasce. Na lista das top 50 marcas que mais inauguraram lojas, 25 estrearam no ranking geral de 2023, sendo 6 da categoria alimentação e bebidas: Popeyes; Mundo di Chocolate; Chocolates Brasil Cacau; Chiquinho Sorvetes; Jah Açaí, Sorvetes e Picolés; e Casa Bauducco. Na sequência, calçados, com quatro marcas: Crocs; Democrata; Usaflex; e Anacapri; seguido de vestuário, com três: Criatiff; Farm; e Youcom; e telefonia e acessórios, também com três: Vivo; Tim; e Motorola.

No ramo de perfumaria e cosméticos, duas marcas se destacaram: L’Occitane e Avatim; artigos de viagens, com duas marcas: Bagaggio e Inovathi; artigos para o lar, decoração e presentes, com duas marcas: MBOX e First Class Home; relojoaria e joalheria, óticas e livraria e papelaria, com uma marca cada: Pandora, Óticas Carol e Livraria Leitura, respectivamente. Uma marca ganhou destaque de estreia em shopping centers em 2023 e conquistou um lugar no ranking geral: Reebok (artigos esportivos).

O presidente da Abrasce, Glauco Humai, destaca que a recuperação dos níveis de venda tem atraído um número crescente de marcas para os shoppings, reconhecidos como importantes centros de convivência e conveniência, e espaços em constante evolução.

“Influenciadas pela evolução no modelo de negócios dos empreendimentos que incrementaram novas opções de lazer, entretenimento e serviços para atrair mais visitantes, as marcas sentem-se cada vez mais motivadas a expandirem seus negócios nos shopping centers”, pontua.

O executivo ressalta que, apesar dos desafios macroeconômicos enfrentados pelo país em 2023, o setor demonstrou novamente sua resiliência e capacidade de crescimento em diversas áreas.

“O crescimento observado reflete a adaptabilidade do setor aos desafios econômicos, consolidando-se como um indicador positivo para a vitalidade e contínua recuperação do segmento e da economia brasileira.”

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui