Abrati e Rodoviário do Rio realizam ações no maio Amarelo

Promovem Dia D de mobilização para um trânsito mais seguro nas estradas.

No mês da conscientização sobre a segurança no trânsito, a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati), em parceria com a Rodoviária do Rio e outros oito terminais rodoviários brasileiros, abraça mais uma vez a campanha Maio Amarelo, este ano com o slogan “Juntos Salvamos Vidas”. A ação, idealizada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, conta ainda com o apoio do Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte(Sest Senat), da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Uma das ações será utilizar os canais virtuais de comunicação da associação para ressaltar o investimento e a capacitação de suas associadas, que representam mais de 80% das empresas regulares do setor, para garantir viagens tranquilas e seguras à população.
A campanha também destaca que o compromisso para um trânsito mais seguro depende também de uma mudança de comportamento dos passageiros. Infelizmente, muitos deles ignoram os riscos e embarcam em viagens ilegais, que desobedecem a regras e práticas fundamentais para um transporte seguro e confiável.
De acordo com a Abrati, essa atitude pode gerar um grande prejuízo. Por isso, a campanha do Maio Amarelo conta com a parceria com a ANTT para reforçar que o transporte de passageiros necessita seguir padrões estabelecidos a partir de regras que garantem a segurança das viagens. “É preciso chamar a atenção de todos para o fato de que uma oferta de passagens mais baratas pode estar relacionada diretamente à falta de padrões de manutenção e ao descuido na capacitação dos motoristas, que pode colocar em risco a vida dos passageiros”, ressalta Letícia Pineschi, conselheira e porta-voz da Abrati.
As empresas rodoviárias regulares mantêm programas permanentes de qualificação técnica e operacional de sua mão-de-obra, representada por cerca de 60 mil empregados diretos, dos quais 15 mil motoristas. A capacitação, a saúde e o descanso adequado dos motoristas são fatores preponderantes para uma viagem tranquila. Além disso, só por meio dos ônibus regulares é possível contar com aplicativos de alerta, controle de velocidade e monitoria da viagem. O embarque – assim como o desembarque – é feito em terminais autorizados, seguros e fiscalizados. E, caso haja qualquer intercorrência durante o trajeto, um ônibus-reserva parte rapidamente em socorro ao principal, para atendimento aos passageiros. Outro diferencial é que a segurança de quem viaja está garantida pela oferta das empresas de transporte rodoviário regular de todos os seguros e indenizações previstas em lei – que incluem desde o seguro para bagagem até a cobertura e indenizações em caso de acidente. “Todas essas ações preservam vidas, reduzem acidentes e possibilitam mais segurança nas estradas, e esses dados precisam ser mostrados com efetividade para que possamos construir um trânsito mais seguro”, destaca Letícia Pineschi.

Ações

Neste ano com o arrefecimento da pandemia, a Abrati irá promover uma mobilização nacional nas rodoviárias do Brasil na manhã do dia 20 de maio (sexta-feira) com atividades presenciais destacando a importância da união entre empresas regulares do transporte rodoviário terrestre e passageiros conscientes e responsáveis para a promoção de uma viagem tranquila e segura. As rodoviárias que participarão do evento são das cidades do Rio de Janeiro (Rodoviária do Rio), Teresina, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, São Paulo, Vitória e Curitiba.
Durante a mobilização, os funcionários das empresas regulares do setor vestirão literalmente a camiseta da Abrati, criada especialmente para o Maio Amarelo, para mostrar que todos juntos podem fazer a diferença. O evento contará também com tendas de serviços do Sest Senat, que levará aos trabalhadores do transporte informações sobre os cuidados com a saúde. As ações destacarão ainda a importância da qualificação para o mercado de trabalho, estimulando que os motoristas sejam protagonistas de seu desenvolvimento pessoal e profissional, a fim de que estejam preparados para novos desafios.
A Rodoviária do Rio, segundo terminal rodoviário da América Latina com maior movimento de passageiros deverá movimentar cerca de 30 mil passageiros no dia da ação (sexta-feira – 20/5), ocasião em que o terminal registra um fluxo maior em função do final de semana e da retomada das viagens de ônibus pelo Brasil. A campanha será veiculada nas mídias indoor, além de exibida através de cartazes e pelas redes sociais da rodoviária (@rodoviariadorio).
O Maio Amarelo nasceu para chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Rio: uso de energia solar dobrou no estado nos últimos 12 meses

Volume de sistemas instalados em telhados, fachadas e pequenos terrenos na região saltou de 27 mil em maio de 2021 para 57 mil neste mês.

Sim Pro Samba homenageia Lula Gigante

O Sim Pro Samba começa às 18h30, na Praça dos Professores. Gratuito!

Lixo: fluminense culpa má educação e baixa fiscalização

Moradores da Região Metropolitana das classes B e C entre 18 e 50 anos preocupam-se com crise ambiental, só não sabem como resolver.

Últimas Notícias

Otimismo dos comerciantes melhora em maio

Segundo a CNC, é o maior nível desde dezembro de 2021.

A nova era do mercado financeiro

Por Alexandre Lodi.

Gasolina a R$ 4 é possível? Sim

Três etapas a serem seguidas para o combustível chegar a um preço justo.

Bolsonaro demonstra estabilidade e Lula consolida liderança

Segundo pesquisa Modalmais/AP Exata divulgada hoje, ambos têm dificuldades em buscar eleitores fora das suas bolhas de apoiadores.