Ação coletiva tentará recuperar perdas do FGTS

Desde janeiro de 1999, o trabalhador perdeu R$ 538 bilhões devido à baixa correção do FGTS, comparando a TR (Taxa Referencial), utilizada atualmente, com o INPC, que mede a inflação. Na próxima segunda-feira (10), o Instituto Fundo de Garantia do Trabalhador entrará com uma ação coletiva para recuperar e parar as perdas dos expurgos da TR, que, desde setembro de 2017, é fixada em zero.

Há uma esperança de que a situação chegue ao fim no próximo dia 13, quando o Supremo Tribunal Federal deverá julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5090/2014, do Partido Solidariedade, que poderá definir se o trabalhador terá direito a restituir essas perdas.

Segundo Mario Avelino, presidente do Instituto, “pode ser que haja uma decisão política do STF em função do rombo de R$ 538 bilhões e só darem ganho aos trabalhadores que entraram com uma ação na justiça para reaver as perdas até a data do julgamento”.

Leia também:

FGTS é campeão de reclamações na justiça trabalhista

Artigos Relacionados

Brasil volta a defender quebra de patente

Um dia após declarar na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que “sou contra a quebra de patente”, como forma de flexibilização de...

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.