Ação contra McDonald’s já beneficiou mais de 3 mil trabalhadores

Quase 3.900 funcionários e ex-funcionários do McDonald’s conquistaram na justiça o direito ao pagamento do PPR proporcional (Plano de Participação nos Resultados), relativo ao período de exercício da função. No total, mais de R$ 2,627 milhões já foram pagos.

A ação foi iniciada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de São Paulo e região (Sinthoresp) em 2016, quando notou que o pagamento deste incentivo não obedecia à Lei 10.101/2000, pois teria sido realizado sem a presença do sindicato representante dos trabalhadores.

Têm direito ao benefício trabalhadores que atuaram na empresa entre 5 de junho de 2012 e 5 de junho de 2015. Cada um tem direito a um pagamento mínimo de R$ 50 por mês trabalhado, podendo chegar a até R$ 1,8 mil. O valor é correspondente aos três anos em que o PPR foi pago de forma irregular, segundo o Sindicato.

Mais de 7 mil empregados foram contemplados. “Temos uma luta diária, incansável, para encontrar as pessoas que direito a esse benefício”, ressalta o gerente jurídico do Sindicato, Antonio Carlos Lacerda. A entidade tem realizado campanhas para que os beneficiados recebam a informação dos seus direitos.

O acordo também possibilitou, desde 2015, que o McDonald’s negociasse o pagamento do PPR com o Sinthoresp, o que garantiu aos colaboradores da ativa um pagamento da verba “de forma mais justa e como determina a lei”, de acordo com a entidade.

Para mais informações, os funcionários e ex-empregados podem acessar o site da campanha “Trabalhou, Tem Direito”

Leia mais:

Frete e vantagem fiscal fazem Paraguai ganhar da China

Canadenses desistem do Carrefour

Artigos Relacionados

Covid-19, vacinação lenta e combustíveis geram mau humor interno

Já mercado externo tem alta generalizada, após os rendimentos dos juros dos treasuries caírem nesta terça-feira.

Automóveis: falta de produtos faz venda despencar em fevereiro

Desestruturação na cadeia global de suprimentos, por conta da pandemia, obstrui fornecimento regular de produtos.

Derrocada: Toyota Etios encerra vendas no Brasil

Planta de Sorocaba segue produzindo o modelo para mercados de exportação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Covid-19, vacinação lenta e combustíveis geram mau humor interno

Já mercado externo tem alta generalizada, após os rendimentos dos juros dos treasuries caírem nesta terça-feira.

Planta da BRF é habilitada a exportar empanados para Omã

Companhia informou que sua unidade de Toledo foi habilitada pelo governo do país árabe a exportar empanados de frango.

Migrantes detidos no México sofrem com pobreza e violência

Cerca de 70 mil pessoas ainda estão em situação de vulnerabilidade extrema, segundo Médicos Sem Fronteiras.

ANS determina que planos cubram novos remédios, exames e cirurgias

Novos exames e tratamentos passaram a fazer parte da lista obrigatória de assistência, que deverá ser observada a partir de abril.

IPC-S sobe em seis capitais brasileiras em fevereiro

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) subiu em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na...