Acionista

Juntos, Banco do Brasil, CEF e BNDES foram responsáveis, em média, por 44% do total de dividendos recebidos pela União de 2000 a 2006. Este ano a participação deve chegar a 66% dos dividendos. O BNDES responderá por pouco menos da metade desse valor; o BB, por 23%; e a Caixa, por 11%, revela o estudo Visão do Desenvolvimento – 16, feito por técnicos do BNDES.

Sancho Cardoso
A patética aparição de FH para tentar defender seu impopular governo confirma que, cada vez mais, o ex-presidente se assemelha a um Dom Quixote por seu solitário apego a políticas que não encontraram defesa, ao menos pública, de qualquer candidato participante do primeiro e do segundo turnos. Aliás, pensando bem, como mostra a emblemática ausência de qualquer referência a FH no programa de Geraldo Alckmin, o ex-presidente está mais para Sancho Pança. No entanto, diferentemente do personagem de Cervantes que acaba por sucumbir aos delírios do seu amo, FH se caracteriza por sua visão delirante e singular sobre seu próprio governo.

Batalha vivida
A cultura mundial perdeu um dos mais expressivos narradores da batalha contra o colonialismo do Século XXI. Diretor de obras-primas da telona, como A Batalha de Argel e Queimada, morreu, no último dia 12, aos 86 anos, o cineasta italiano Gillo Pontecorvo.  A Batalha de Argel, vencedor do festival de Veneza em 1966, é considerado pelos observadores mais isentos um dos mais expressivos filmes do cinema político. Baseado em fatos reais, retrata a luta de libertação do povo argelino contra o colonialismo francês.

Consciente
O Conselho de Responsabilidade Social da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) realiza nesta quinta-feira, a partir das 9h, a 1ª Rodada de Comércio Justo do Rio de Janeiro, com exposição de produtos. O objetivo é promover uma rede contínua de trocas comerciais e conscientizar o meio empresarial e o consumidor da compra de produtos ecológicos e socialmente responsáveis.

Céu de brigadeiro
O resultado líquido dos 100 maiores bancos brasileiros cresceu mais de 41%, desde 2001. A situação é muito mais confortável se forem levados os resultados apenas dos dez maiores bancos, que batem recordes de lucro ano a ano. O futuro do setor – róseo, se depender dos dois candidatos a presidente do Brasil – estará em debate na IIR Conferences no evento Bancos de Varejo, que ocorre no Blue Tree Towers Faria Lima, nos dias 23 e 24 de outubro.

Retorno ao lúdico
Numa tentativa de colocar em xeque o excesso de consumo de  brinquedos industrializados, o Centro de Aprendizagens em Cultura, Corpo, Arte e Brinquedo em Educação (Cabe/UFF) realiza, neste fim de semana, um curso para ensinar a confecção de brinquedos artesanais, feitos com  reaproveitamento de materiais não-convencionais, como papelão e garrafas PET. O curso, gratuito, será realizado, no sábado, às 9h, no Campo de São  Bento, em Niterói, durante a Semana Nacional de Ciência & Tecnologia.

Pedala, Bush!
O discurso em que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chamou, da tribuna da Organização das Nações Unidas (ONU), seu colega dos Estados Unidos, George Bush, de “diabo”, ainda repercute em listas de discussão da comunidade acadêmica do Rio de Janeiro na Internet. Rebatendo as críticas dos que consideraram o gesto de Chávez teatral, um acadêmico carioca sintetizou, de forma bem-humorada, a opinião dos muitos que lavaram a alma com as críticas de Chávez a Bush: “Acredito que tenha sido, sim, calculadamente teatral – me parece o estilo Chávez. Mas, para mim, confesso que foi delicioso ver alguém dar um “pedala Robinho” no chefão do império em plena ONU. Ah, isso não tem preço!. Acho que a esquerda precisa, e muito, de senso de humor…”

Mercado futuro
Rapidamente, o ministro Guido Mantega aprendeu a técnica de seus antecessores de prometer o paraíso no futuro e, ao ser confrontado com o inferno do presente, insistir em novas apostas nos anos vindouros. Mantega ignorou a queda de 17% nos investimentos estrangeiros (IED) em 2005, garantindo que este ano o IED crescerá 7%.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaixa preta
Próximo artigoCodinome

Artigos Relacionados

Brics+ será gigante em alimentos e energia

Bloco ampliado desafia EUA rumo a nova ordem mundial.

Para combater Putin, adeus livre mercado

Teto para preço do petróleo é nova sanção desesperada do G7.

Inflação engorda lucros de bilionários de energia e alimentos

Fortunas dos ricaços desses 2 setores aumentaram US$ 1 bilhão a cada 2 dias desde 2020.

Últimas Notícias

‘Governo não apenas poderia, como deveria intervir na Petrobras’

Para especialista, Governo Federal deveria estar mais atuante para combater os preços abusivos dos combustíveis em toda a cadeia.

Exterior cauteloso pode prejudicar negócios locais

Índices futuros acionários em Nova Iorque operam em queda significante: temores relacionados a uma possível recessão nos EUA.

Marrocos quer se desenvolver como polo de tecnologia

Setor digital emprega 120 mil pessoas no país; país tem investido em acordos e memorandos para aumentar investimento na área.

Ipea prevê crescimento de 1,8% para o PIB em 2022

Setores de agropecuária e industrial devem mostrar relativa estabilidade; ´para 2023, a estimativa é de variação positiva de 1,3%.

Receita paga hoje restituições do segundo lote do IR

Estão sendo depositados R$ 6,3 bi a 4,25 milhões de contribuintes; já o prazo de entrega da declaração anual do MEI termina nesta quinta.