Ações de bancos e exportadoras devem valorizar neste semestre

A volatilidade na Bolsa de Valores deve continuar alta até o mês de novembro.

Mercado Financeiro / 22:55 - 31 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Após um primeiro semestre com muita instabilidade do Ibovespa, os investidores animaram-se com a retomada da economia, além do índice de ações, que chegou aos 100 mil pontos. Neste segundo semestre, de acordo com o economista da Messem Investimentos, Álvaro Villa, as ações de bancos, empresas exportadoras e commodities agrícolas e minerais devem ter mais valorização na Bolsa de Valores.

Os bancos, em longo prazo, estão se beneficiando, principalmente com o empréstimo a microempreendedores. As exportadoras devem ter mais valorização, mas são empresas sensíveis ao cenário de guerra comercial entre China e EUA”, destacou Villa, alegando que outras empresas na Bolsa que podem ter crescimento nas ações são do setor de varejo e vestuário.

Sobre um possível retorno das ações de companhias aéreas, que sofreram bastante no primeiro semestre devido à queda no número de voos em razão da pandemia, o economista da Messem afirma que ainda haverá muita volatilidade. Porém, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras pode ter um movimento de consolidação no setor.

Apesar da expectativa do mercado, Villa alerta que a volatilidade na Bolsa de Valores deve continuar alta até o mês de novembro. Ao mesmo tempo, o dólar deve continuar valorizado frente ao real. “O cliente, muitas vezes, olha apenas pelo viés do retorno e esquece da instabilidade das operações”, alertou.

Para quem deseja começar a investir neste semestre, o economista diz que é preciso ter visão de longo prazo. “Você tem de diversificar as estratégias e proteger sua carteira de investimentos, principalmente com a compra de dólar e euro”, destacou Villa.


 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor