Adiós

Como parte do seu processo de reestruturação, o Bankia – um dos mais beneficiados com o dinheiro do contribuinte espanhol para não ir à breca após o estouro da crise global – vendeu, por 3,01 euros por ação, a fatia de 12,09% que detinha na International Airlines Group (IAG), a aérea resultante da compra da Iberia pela British Airways. Com a venda, que gerou 167 milhões de euros para o Bankia – uma união de caixas de poupança – a Iberia fica sem qualquer acionista espanhol entre os principais controladores.

George Cabral
Chama a atenção a assimetria dos comportamentos do governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), e do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), diante das manifestações populares. Enquanto Paes mantém-se hiperativo nas aparições de imprensa, apesar do forte desgaste que lhe custam suas declarações que tentam reduzir os protestos à minoria de vândalos, Cabral aferra-se a um mutismo ensurdecedor, que expõe o nível de paralisia do governador. Já há quem compare o contraste da dupla ao registrado depois dos ataques de 11 de Setembro entre o então prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, e o então presidente dos Estados Unidos, George Bush.

Duro na
Crescem na internet as manifestações da torcida do Botafogo contra a decisão do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), de empurrar com a barriga uma decisão sobre o futuro do Engenhão, interditado desde 26 de março e sem qualquer prazo para início das obras supostamente imprescindíveis: “A PEC 37 caiu, aumento da passagem de ônibus caiu…só o que não cai é a cobertura do Engenhão”, postou no Facebook um internauta de São Catarina. Foi secundado por outro torcedor de Vitória, que conclamou: “Então está na hora de a torcida do Glorioso protestar também lá na prefeitura ou vamos deixar de lado?”

Bisturis afiados
Profissionais da Saúde insatisfeitos com o PLS 268/2002 – todas as categorias, à exceção dos médicos – querem que a presidente Dilma vete o projeto, que dá aos profissionais de Medicina praticamente o monopólio dos diagnósticos. O presidente do Conselho de Fisioterapia, Bruno Fernandes, acena com uma mudança que poderia representar um acordo: alterar de “prescrição terapêutica” para “prescrição médica” o texto, o que, segundo ele, seria suficiente para apaziguar as demais profissões.

Outro lado
“O MP, segundo a lei, não perderia nada (com a PEC 37) pois não possui a atribuição de investigar”, acusa o presidente do Sindicato dos Classes dos Policiais Civis do Paraná (Sinclapol), André Gutierrez, sugerindo que “basta ler a Constituição”.
Segundo o dirigente sindical, na Inglaterra, somente a polícia pode investigar; na Alemanha, o promotor equivale ao delegado no Brasil; na Espanha e na França, a investigação não é conduzida pelo MP, mas por um juiz de instrução, que tem as mesmas características de um delegado de polícia no Brasil.

Avesso do avesso
Por outro lado, é ínfimo o total de crimes esclarecidos por investigação das Polícias Civis. E, não raro, delegados à frente de investigações delicadas sofrem abordagens constrangedores de governadores preocupados, justamente, com os resultados do trabalho policial efetivo.

Cada um no seu quadrado
O caráter de massas adquirido pelas manifestações produziu a figura do caroneiro de protesto. São pessoas ou segmentos cujas reivindicações pessoais, políticas, sindicais e/ou comportamentais, justas ou não, apresentam déficit de mobilização e, no embalo da vontade de protestar que tomou conta de milhares de brasileiros, tentam turbinar suas bandeiras específicas. Com o refluxo, pelo menos momentâneo, dos protestos de massa, esses movimentos voltam a exibir quantas garrafas efetivamente têm para vender. Quinta-feira, por exemplo, cerca de 300 esforçados ativistas do movimento gay participaram de manifestação, na Avenida Paulista, contra a condução do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara.

Quadro negro
Educação: Situação Atual, é tema da palestra que a professora Aileda de Mattos Oliveira fará em 2 de julho, às 15h, no Instituto de Geografia e História Militar do Brasil (Praça da República 197 – Centro – Rio de Janeiro, RJ, pouco antes do Arquivo Nacional).
 

Artigo anteriorPressão sobre a Previdência
Próximo artigoSuspeitas
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Empresa pode dar justa causa a quem não se vacinar?

Advogado afirma que companhias são responsáveis pela saúde no ambiente de trabalho.

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

A cabeça do dragão

Por Gustavo Miotti.

Portugueses pedem extensão das moratórias bancárias

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) está pleiteando a prorrogação das moratórias bancárias até 31 de março de 2022”. O...

China libera reservas de metais não ferrosos para reduzir custos

A China disse que continuará a liberar suas reservas estatais de cobre, alumínio e zinco para garantir preços estáveis para as commodities e aliviar...