Planos chineses deixam de fora os frigoríficos em 2021

Cenário base assume uma queda cíclica para todos os preços de proteínas após ano que vem.

Ágora Investimento, em seu relatório desta semana, comenta sobre os planos chineses para o próximo ano de recuperar participação e derrubar os preços no mercado internacional de proteína e provocar uma queda nos preços nos próximos anos, mostra relatório da Ágora enviado a clientes nesta segunda-feira. Segundo documento do Conselho de Estado chinês, o país tem como meta de 95% de autossuficiência em carne suína e ovos. A China também busca a autossuficiência básica em aves e ovos.

A peste suína africana encolheu os plantéis de suínos da China quase pela metade, o que impulsionou as importações e elevou os preços da carne suína a nível recorde. “Embora algumas dessas metas pareçam agressivas (por exemplo, entendemos que a China tem restrições de terra e água para o crescimento da produção de carne bovina), observamos que nosso cenário base assume uma queda cíclica para todos os preços de proteínas após 2021, conforme a China se recupera da peste suína africana.”

 

Hypera poderia ter vendido por mais

Na avaliação da Agora Investimentos, a Hypera vendeu barato a linha do Xantinon, medicamento voltado para o tratamento de doenças hepáticas, segmento concentrado que tem dentre os concorrentes as marcas Epocler, Estomazil e Gastrol. Apesar disso, a equipe de análise acredita que o negócio poderia ser realizado entre R$ 200 e R$ 250 milhões, nível de preõs também defendido pela Guide Investimentos. Como a venda ainda vai necessitar de autorização do Cade, Ágora colocou a Hypera em posição neutra e preço-alvo de R$ 38para a ação.

 

Multiplos da Natura já são de empresa grande

O Bradesco BBI elevou a recomendação da Natura para outperform (acima da média de mercado), por esperar o início de um ciclo de resultados fortes, impulsionado por sinergias, recuperação na Avon e bom desempenho de outras marcas. Em relatório, o banco informou que o preço-alvo do papel para 2021 é de R$ 60, ante um preço-alvo de R$ 38 em 2020. Para o período de 2019 a 2024, o BBI prevê uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 13% do Ebitda e de 32% no lucro por ação (EPS). As ações operam hoje a um múltiplo de 16,2 vezes EV(Valor da empresa)/Ebitda, enquanto o yield de fluxo de caixa descontado (DCF) aponta múltiplo de 21 vezes. “Isso colocaria a Natura em um nível similar das maiores similares globais, como L’Oreal, Estee Lauder e Shiseido”, informou o banco. Em sua visão, a Natura deveria operar em linha com estas empresas.

 

Universal cresce em Portugal e encolhe em Angola

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) comprou mais duas estações de rádio em Portugal – a Linear, de Vila do Conde, e a Maiorca, da Figueira da Foz. A Abreu Advogados assessorou a Global Difusion SGPS na aquisição das emissoras e o pedido de cessão do serviço de programas Linear por parte da empresa motivou recentemente um voto de protesto por parte da presidente da Câmara de Vila do Conde, Elisa Ferraz, mas teve a aprovação de toda a vereadores dessa autarquia.

Enquanto isso, em Angola, por despacho do Ministério Público, todos os templos da IURD estão apreendidos e encerrados, só que o processo de selagem está a ser feito de forma gradual, pois somente na capital, em Luanda existem são 211 templos. A IURD se declarou “surpresa” nesta segunda-feira, com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto, adiantando que nenhum deles estava no lote dos sete edifícios apreendidos pela Procuradoria-Geral da República em agosto e classificou a operação policial como “desproporcionada e excessiva”.

 

Vai haver a festa da Duratex?

Na semana passada foi preparada a festa para as ações da Duratex. Os participantes, no entanto, não foram avisados da possibilidade da situação financeira da empresa ficar muito ruim. Agora, alguns como o Goldman Sachs, elevam a classificação das ações da companhia de neutra para compra e o preço alvo de R$ 13 para R$ 21, e com grande sutileza afirmam que a empresa vai incorporar maior crescimento dos setores de construção e habitação no Brasil durante e após a pandemia do coronavírus. O pedido de proteção contra a falência não vai atrapalhar?

Artigos Relacionados

Nelson Priori (1942–2020)

Vida profissional marcada pelo jornalismo e pela luta em defesa do mercado de capitais.

Problema na Bolsa de Tóquio; sorte é que foi no feriado

Falha em hardware paralisou distribuição de informações ao mercado.

IRB é do 8% ou do 80%

Emissão de R$ 900 milhões em debêntures alavanca ações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...