Agronegócio paga imposto?

Em 2019, foram arrecadados apenas R$ 16,3 mil em imposto de exportação.

Agricultura sempre foi beneficiada com isenções de impostos. Nada mais justo para um pequeno produtor que batalha contra incertezas: clima, preços na colheita, demanda. Mas não se justifica para o agronegócio, que movimenta bilhões e consegue superar essas incertezas com sofisticados produtos financeiros e tecnologia de ponta.

“Toda a receita tributária do país, se a gente colocasse numa cesta, o setor agropecuário e de celulose, representaria 0,2% dos tributos arrecadados”, calculava em 2018 o defensor público e ex-coordenador do Fórum Paulista de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos Marcelo Novaes.

“O Brasil noticia que o agronegócio exportou US$ 96 bilhões no ano de 2017. A um câmbio de R$ 3,50 isso vai dar, praticamente, R$ 340 bilhões, sendo que o imposto de exportação foi de R$ 38 mil, o preço de um carro popular seminovo. Um escândalo, porque nós estamos subsidiando a produção de alimentos no país”, analisa o defensor público.

Em 2019, a situação foi ainda mais escandalosa: foram arrecadados apenas R$ 16,3 mil em imposto de exportação, segundo Novaes e Thomaz Ferreira Jensen, em texto que compõe o livro Direitos Humanos no Brasil 2020.

Segundo o IBGE, em 2018, todas as cadeias do agronegócio recolheram R$ 489 bilhões em tributos, 21,5% de tudo o que foi arrecadado no Brasil. Valor significativo, paralelo ao peso do setor no PIB, mas que engloba industrialização, vendas etc. A produção agrícola, em si, segue pagando muito pouco imposto.

 

Salva vidas

A Associação dos Embaixadores de Turismo do RJ, presidida por Cláudio Castro, iniciou uma campanha em defesa da vacinação contra a Covid-19. O vídeo A Vacina Salva Vidas contém depoimentos de Ana Botafogo, Bayard Boiteux, Cocco Barçante, Milton Cunha, Nísia Trindade e Sávio Neves, entre outras personalidades, pode ser visto no YouTube.

 

Pense em mim, liga pra mim

Três semanas após a posse, Joe Biden ainda não ligou para o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. Israel já mandou sinais de desconforto. Biden contatou os líderes de Canadá, Reino Unido, México, Rússia e Alemanha, entre outros. Bolsonaro nem deve ter esperanças.

 

Rápidas

Principal evento na agenda cultural do Nordeste, o Carnaval não terá festas nas ruas, devido à pandemia, mas a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) marcará a festividade com a realização do Carnaval de Todos os Tons. Montada pela Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Dimeca), a programação será realizada de 8 a 17 deste mês. Reunirá exposições, lançamento de concurso de frevo, exibição de filmes e oficina de fantasia de papel *** O Ibef Rio de Janeiro lança o treinamento online “Tributação sobre Energia Elétrica (Módulo Completo)”, em 23, 24, 25 de fevereiro e 2, 3, 4 de março, sempre das 18h às 20h30. Mais informações aqui *** A Associação Nacional de Jornais (ANJ) aderiu ao movimento Unidos pela Vacina, que visa a apoiar a vacinação contra a Covid-19 de todos os brasileiros até setembro.

Leia mais:

Engarrafamentos aumentam com Uber e cia

Sem combustível novo, economia não anda

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Halloween é o cacete! Black Friday idem!

Nunca pensei que veria um Fla X Flu com dois Kennedys em campo.

Os rumos da pensão por morte

Por Alexandre Triches.

Últimas Notícias

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.

Scheer Churrasqueiras dobra vendas na pandemia

Empresa lançou 25 itens em sua linha residencial.

RJ terá receita extra de R$ 100 bilhões

Uma receita extra de R$ 100 bilhões nos próximos dez anos é o que prevê o governo do Estado do Rio de Janeiro com...