Alerj cria regras para funcionamento de drive-in

Proibição de entrada de veículos conversíveis e abertura de teto solar.

Decisões Econômicas / 16:50 - 6 de ago de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A pandemia do coronavírus e as medidas de isolamento social trouxeram de volta o drive-in. Agora, a deputada Dani Monteiro defende a criação de regras claras de funcionamento deste tipo de estabelecimento para garantir a segurança dos frequentadores. Entre as medidas que constam do projeto de lei em tramitação na Alerj estão: uso de máscaras e álcool em gel, cartazes com orientações aos frequentadores, venda de ingressos online, controle na emissão de ruídos, proibição de entrada de veículos conversíveis e abertura de teto solar durante a exibição, entre outras medidas.

 

Mais segurança no abastecimento com GNV

Uma medida de segurança que poucos postos de combustíveis adotam poderá ser obrigatória no estado: a abertura do porta-malas dos veículos durante o reabastecimento do cilindro de GNV. A ação simples facilita a saída dos gases, em caso de vazamento, evitando explosões. A iniciativa é do deputado Bebeto (Pode), que apresentou projeto de lei na Alerj com a determinação. Segundo o deputado, a saída dos ocupantes dos veículos na hora do reabastecimento não é suficiente para garantir a segurança e evitar acidentes.

 

Deputados aprovam doação ao Museu Nacional

Como antecipamos aqui na coluna da semana passada, a Alerj vai transferir R$ 20 milhões de seu Fundo Especial à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para revitalização e reforma das instalações físicas do Museu Nacional, destruído por um incêndio. Esta semana, os deputados aprovaram a proposta apresentada pelos deputados André Ceciliano e Waldeck Carneiro, ambos do PT.

 

Elerj dá aula para quem quer ser candidato

A Escola do Legislativo da Alerj (Elerj) promove uma série de palestras online com foco na campanha eleitoral. O objetivo é oferecer conteúdo que possibilite visão crítica sobre o processo eleitoral e formação prática para quem tem interesse em participar do pleito. As lives são transmitidas pelas redes sociais da Elerj e acessíveis a todos. Na próxima quarta-feira (12), o assessor legislativo Carlos Frederico dos Santos explicará os fundamentos dos três Poderes e suas funções. No dia 20, a jornalista Fernanda Galvão fala da organização da agenda e a estruturação dos compromissos dos candidatos.

Carlos Caiado

Vereador quer fundos artificiais no litoral

O vereador carioca Carlos Caiado (DEM) defende que a Prefeitura do Rio crie um programa para implantar fundos artificiais no litoral. Segundo ele, isso ajudará na conservação da biodiversidade marinha, além de ampliar à prática de esportes aquáticos e garantir proteção de praias e do litoral costeiro do município. Segundo o vereador, se usado da forma correta, os fundos artificiais podem minimizar os impactos das ressacas nas praias da Zona Sul e do Recreio dos Bandeirantes.

 

Caixas coletoras de máscaras e luvas

Como descartar máscaras e luvas nesses tempos de pandemia do coronavírus? Jogar na lixeira mais próxima, você diria. Mas o vereador carioca Marcello Siciliano (PP) não acha isso correto. Ele apresentou na Câmara do Rio um projeto de lei determinado a instalação, por parte da prefeitura, de caixas coletoras em diversos pontos da cidade. Assim, segundo o vereador, esse material, que pode estar contaminado com o vírus da Covid-19, poderá ser descartado com o devido selo e segurança.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor