Alerj doa R$ 20 milhões à Fiocruz para auxiliar na produção da vacina

Recursos fazem parte dos R$ 500 milhões economizados do orçamento em 2020.

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) doou R$ 20 milhões à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para auxiliar a instituição nas pesquisas e ações de combate ao coronavírus.

A doação faz parte do montante de R$ 500 milhões do orçamento da Casa economizados este ano. Parte deste valor retornou para o Tesouro estadual, como o montante de R$ 300 milhões destinados ao pagamento do 13º salário do funcionalismo público. Outras doações também foram feitas para a reconstrução do Museu Nacional, para a nova sede do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAp-Uerj) e para cidades do Rio de Janeiro para a luta contra a pandemia.

A assinatura do termo de doação à Fiocruz aconteceu no dia seguinte ao anúncio de que o Reino Unido aprovou o uso da vacina desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca, que será produzida no Brasil pela entidade sediada no Rio de Janeiro.

O presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), ressaltou a importância do repasse, que também auxiliará na produção da vacina: “A gente precisa ter uma saída, muito se discute da economia de mercado e do próprio combate ao vírus, mas é preciso ter a vacina.”

O termo de doação foi assinado por Ceciliano e pela presidente da Fiocruz, Nísia Lima, na presença das deputadas Renata Souza (PSol), Martha Rocha (PDT), Célia Jordão (PRP) e do deputado Giovanni Ratinho (PTC).

Artigos Relacionados

Exportação cresce, mas só com produtos pouco elaborados

Superávit de quase US$ 7 bilhões até a quarta semana de julho.

Imóveis residenciais: primeiro semestre de 2020 foi de recuperação

IGMI-R/Abecip registra quinto mês consecutivo de aceleração nos preços.

Estado do Rio autoriza 59 cidades a retomarem aulas híbridas

Liberação para atividades presenciais depende de avaliação de risco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

IPCA-15 apresentou alta de 0,72% em julho

Maiores contribuições vieram da categoria habitação (2,14%), que contribuiu com 0,32%, e de transporte (1,07%), que adicionou 0,22%.

Itaú Unibanco deixa administração da XP

Decisão foi tomada no último dia 23, após análise concorrencial e prudencial; cisão foi aprovada pelo Banco Central.

Abertura de mercado

Após fim de semana tenso, segunda é sempre de trégua, pela ausência de parlamentares em Brasília, quanto mais em período de recesso.

Covid: uma em cinco gestantes e puérperas mortas não tem acesso a UTI

Trabalhador que se recusa a tomar vacina contra a Covid-19 pode ser demitido por justa causa.

ENS abre inscrições de Curso para Habilitação de Corretores de Seguros

Inscrições começaram nesta segunda-feira.