Alerj encerra o ano com balanço positivo da administração Bacellar

Rodrigo Bacellar lidera Alerj com êxito: 304 novas leis, base sólida e foco em empregos e bem-estar social no Rio de Janeiro.

336
Rodrigo Bacellar (foto Alerj)
Rodrigo Bacellar (foto Alerj)

A Alerj entrou em recesso parlamentar, e os deputados estaduais só voltarão a se reunir em fevereiro do ano que vem, salvo convocação extraordinária por parte do Poder Executivo. Na última sessão de votação, o presidente da Alerj, deputado Rodrigo Bacellar (PL), destacou as principais conquistas dos seus 10 meses à frente do comando da Casa, com 132 sessões de votação e mais de 2.600 projetos de lei analisados.


Trabalho conjunto

Em seu discurso de encerramento, Rodrigo Bacellar ressaltou o trabalho conjunto realizado pelos deputados em prol da população do Estado. Segundo ele, mesmo preservando suas diferenças partidárias e ideológicas, as bancadas com representação na Casa atuaram de forma integrada nas principais votações.


304 novas leis

Alguns números exemplificam a intensa atuação parlamentar: foram 132 sessões de votação, 2.691 projetos criados e 15 propostas de emendas constitucionais apresentadas; resultando em 304 novas leis em vigor, incluindo os Projetos de Lei Complementar.


Base de sustentação

“O balanço legislativo é o melhor possível. O resultado disso é que temos um recorde de maior número de aprovação de projetos em todas as comissões, em especial na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). E, acima de tudo, demos base de sustentação ao governo. O Rio de Janeiro precisava resgatar seu respeito e, num momento de crise financeira, nós estamos conseguindo em harmonia com os outros poderes fazer o Estado sobreviver a esse momento difícil”, comentou o presidente da Alerj.

Espaço Publicitáriocnseg

Mais empregos

Em seu discurso, Bacellar também afirmou que o Parlamento Fluminense aprovou leis voltadas à população carente, além de incentivos aos mais diversos setores do comércio, da indústria e da agricultura familiar, com a renovação de benefícios fiscais, visando à geração de emprego e renda.


Comissões

Em 2023, as 37 comissões permanentes da Casa realizaram um total de 209 reuniões ordinárias, 174 reuniões extraordinárias e 159 audiências públicas. Foram feitos 1.404 pareceres em plenário. Entre os destaques do trabalho deste ano, a Comissão de Normas Internas e Proposições Externas realizou audiência pública de debate de projeto de iniciativa popular que foi sugerido pelo aplicativo da Alerj, o LegislAqui, ferramenta de participação popular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui