Alguém viu o Brasil na campanha?

E chega ao final o primeiro turno das eleições sem que as principais aspirações do Brasil entrassem no debate. Candidatos a governador parecem síndicos de massa falida, longe da questão nacional. Presidenciáveis são pressionados a revelar quantos policiais vão contratar ou quantas creches construir. Nada sobre a direção do Estado brasileiro, um projeto de país ou uma forma de unir a nação. Para se ter uma ideia, a palavra “desigualdade” só foi aparecer no debate entre candidatos a presidente na Globo na madrugada desta sexta-feira, no quarto e último bloco.

E mais uma vez a direita se une, entre acertos, sorte e golpes de força. A esquerda tenta reunir os cacos do que sobrou de escolhas erradas, feitas a partir de avaliações distantes da realidade (o ex-ministro José Dirceu chegou a dizer que não há antipetismo no Brasil). Torce-se que haja segundo turno, nacional e em muitos estados, para que, frente a frente, candidatos possam realmente discutir a nação.

 

Tchu tcha tcha

Estava na cadeira do barbeiro já cortando o cabelo quando chegou um cliente chinês aguardando a vez e sentou num sofazinho que havia no salão. De repente, o celular do cara toca em bom português: “Eu quero tchuuuuu/eu quero tchaaaa/Eu quero tchu tcha tcha tchu tchu tcha/Tchu tcha tcha tchu tchu tcha!”

Ei, essa música é brasileira”, me empolguei e acabei soltando em português. Como o cara não entendeu, perguntei em inglês, e ele também não soube responder. Quem intermediou a conversa foi o barbeiro, que falava um inglês sofrível e ainda recorria ao tradutor do seu próprio celular.

A resposta foi que o homem não sabia que música era, não sabia que era brasileira, não sabia o que falavam, só escolheu para toque porque achou engraçado o som “tchu tcha tcha tchu tchu”.

 

Esporte bretão

Há dois representantes do Paquistão na delegação da Ásia. Perguntei sobre futebol e fiquei sabendo que o esporte mais popular no seu país é críquete (por influência inglesa). O segundo é golfe (por influência inglesa). Curioso é que os indianos também respondem a mesma coisa: golfe (o número 1) e hóquei. Por colonização inglesa.

E o futebol, como o conhecemos… qual é mesmo a origem das regras de boa civilidade?

 

Chamada

Chegando a Dunhuang, na hora de entregarmos o passaporte e recebermos as credenciais, um dos nossos não apareceu. Seu nome foi chamado várias vezes e a pessoa não aparecia. Era logo o primeiro da lista. No final de todas as entregas, vi que o que não apareci era… eu!

Embora estivesse presente, realmente não liguei que Mr. Zia era Silva. Achei que era alguém do grupo da Ásia (com quem tivemos atividades conjuntas). Os outros nomes (João, Carlos e Cardoso) eles não souberam sequer ler.

 

Arábias

Dunhuang. Uma cidade no meio de um deserto. Um oásis cercado de areia por todos os lados. Fortificações medievais. Na Rota da Seda. Usa camelo para transporte. Povo moreno. Comem carneiro. Alho. Uvas. Tâmaras e vinho.

Na China.

 

Ou renasceu

Jornalista turco de uma outra delegação que chegou depois me perguntou se o Brasil todo só fala português. Digo que sim, embora haja índios que falam suas línguas, grupos na Bahia que falam iorubá e houve uma forte colonização alemã no Sul (digo que não chegou a ser uma ex-colônia, um enclave, como Tsingtao, aqui na China, como muitos aqui no exterior pensam, mas cidades com forte colonização daquele país) e, por isso, há redutos que falam alemão. Acabou sendo uma variação local, por vezes nem são nem entendidos quando vão à Alemanha.

Eu já tinha ouvido falar nisso, mas estava para encontrar um brasileiro para perguntar. Então, responde-me uma coisa: Hitler morreu mesmo no Brasil?

 

Rápidas

O I Encontro das Advogadas Criminalistas de São Paulo acontecerá no próximo dia 10, no Salão Nobre da Câmara Municipal. Inscrições pelo site da OAB-SP: https://www2.oabsp.org.br/asp/dotnet/CulturaEventos/Eventos/Apps/SinopseEvento.aspx?idCultural=5151&sn=1 *** O Caxias Shopping preparou uma edição especial de seu baile mensal para celebrar o Outubro Rosa. Será dia 8, das 17h às 21h *** O Center Shopping Rio promove até o final de outubro o evento Iniciativa Geek, com quadrinistas, desenhistas e estandes com vendas de itens do segmento *** O Ibef-Rio traz o curso “Gestão de Riscos na Era da Economia Digital”, com José Fontenelle, dias 16, 18, 23 e 25 de outubro, sempre das 18h às 22h. Mais informações sobre cursos em https://www.cursosibefrio.org.br/

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

G20 analisa aumentar taxação de corporações, mas…

Proposta tem que ser vantajosa para todos, não só para as sedes das multinacionais.

Botes salva-vidas para a classe A

No mundo de negócios, é tudo uma questão de preço.

Mortes dos essenciais

Aumentam em mais de 50% óbitos de caixas, frentistas e educadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Eleição no Peru está indefinida. Empate técnico entre 5 candidatos

Primeiro turno será no domingo. segundo turno está previsto para o dia 6 de junho.

Equador: Não haverá contagem rápida no domingo de eleições

Arauz, candidato do ex-presidente Rafael Correa lidera as pesquisas com 37% das intenções de voto contra 30% do candidato do Aliança Creo, o banqueiro Guillermo Lasso.

Indicador econômico global mantém trajetória de recuperação

Segundo FGV, fato reflete avanço das campanhas de vacinação contra a Covid.

Brasil movimentou R$ 2 tri em transações com cartões em 2020

Transações digitais foram impulsionadas por modernização do mercado e pandemia.

IPCA de março variou abaixo da expectativa do mercado

Nossa projeção para o ano que vem permanece de 6,5%, podendo ser antecipada para este ano.