Alimentos continuarão pressionando a inflação

Em um ano, preços do milho mais que dobraram; soja subiu 86% – em dólar.

Desde o nível mais baixo, em abril de 2020, os preços internacionais de alimentos aumentaram 47,2%, atingindo, em maio de 2021, seus níveis mais altos desde 2014 (em dólares atuais). Entre maio de 2020 e maio de 2021, os preços da soja e do milho aumentaram mais de 86% e 111%, respectivamente.

Técnicos do Fundo Monetário Internacional acreditam, a partir desses aumentos, que a inflação dos alimentos ao consumidor suba novamente no restante de 2021 e 2022. “De fato, o recente aumento acentuado dos preços internacionais dos alimentos já lentamente começou a influenciar os preços ao consumidor doméstico em algumas regiões já que os varejistas, incapazes de absorver os custos crescentes, estão repassando os aumentos aos consumidores”, informa o FMI.

Os repasses dos aumentos dos produtores para os consumidores não são imediatos nem integrais, pois há outros custos embutidos (frete, embalagem etc.). Mas eles virão, pressionando a inflação. Como a maioria das commodities alimentares é negociada em dólares, a cotação da moeda tem papel paralelo.

 

Dona Abril

Ciro foi ridicularizado nas eleições por ter prometido tirar a Dona Maria do SPC. Ela pegou 500 reais emprestado no banco e hoje deve 10 mil. Agora, Paulo Guedes, ídolo do Partido Novo, tirou a revista Veja do SPC: 70% de desconto em dívida de 830 milhões da Abril com a Fazenda.

 

Rápidas

O consultor Luiz Affonso Romano ministrou nesta sexta a 4ª aula do curso online de Desenvolvimento de Consultores no IBEFRio. Romano formatou o curso para executivos em transição de carreira, aposentados com larga experiência no mundo corporativo e pessoal militar da reserva ou reformados que desejam migrar para a consultoria *** Aasp realizará dia 28, às 19h, o webinário “Lei 14.112/2020: inovações no regime jurídico da falência e recuperação judicial e extrajudicial de empresas” *** Nesta segunda, às 18h, a FGV Energia e o Sindigás recebem o diretor-geral da ANP, Rodolfo Saboia, para falar sobre o mercado de GLP e as práticas regulatórias do setor, pelo canal da FGV no YouTube *** Otto Licks e Roberto Rodrigues, sócios do escritório Licks Attorneys, ministram o webinário “O impacto da decisão do STF sobre o prazo da patente”, nesta segunda, às 15h. Inscrições aqui *** Bayard Do Coutto Boiteux é o próximo convidado do projeto “A menor distância entre o estudante e o profissional de Turismo”, promovido pela Escola Técnica Cieth, nesta terça-feira. Inscrições aqui *** Neste sábado, às 15h, o West Shopping, em Campo Grande (RJ), recebe no Clube Xadrez Carioca o seu primeiro torneio de xadrez, destinado a todos os níveis de conhecimento *** Neste sábado, às 10h30, Leonardo Locatelli participa de uma roda de conversa sobre gestão financeira e empreendedorismo para profissionais que atuam na área de tradução. O evento é promovido pelo curso Tradução&Arte. Inscrição aqui.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.

Cem anos de Celso Furtado

A atualidade de um dos mais importantes intelectuais do planeta.

A Disneylândia espacial dos trilionários

Jornada nas estrelas escancara a desigualdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Taxar dividendos aumentou investimentos na França

Redução, nos EUA e na Suécia, só elevou distribuição de lucros.

Petroleiro tem maior produtividade da indústria no Brasil

Mesmo com setor extrativista, participação industrial no PIB caiu de 25% para 20%.

Exportação cresce, mas só com produtos pouco elaborados

Superávit de quase US$ 7 bilhões até a quarta semana de julho.

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.