25.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Alternativas ao discurso único

Amigo da coluna analisa que a derrota da grande mídia nas eleições norte-americanas mostra não apenas o descasamento entre a imprensa e seu público, mas também a sua perda de relevância. Trump teve apoio de apenas um entre os 100 maiores jornais dos Estados Unidos e também sofreu forte oposição dos canais de TV e rádio, mas conseguiu colocar sua mensagem junto aos eleitores. Mais uma demonstração de que alternativas à corrente principal estão ganhando corpo, ainda que de forma inconsistente, em muitos casos parcial e restrita. Mas não é assim o noticiário dos grandes grupos de comunicação, parcial e dirigido? O que há agora é espaço para o contestatório. Não é a internet que está matando a mídia tradicional. Ela está se suicidando.

Auto curto-circuito

O caso narrado abaixo ajuda a dirimir antiga dúvida: são as agências reguladoras, tais como funcionam no Brasil, representantes dos clientes junto às empresas ou agentes dessas em relação aos consumidores? Por motivo de viagem, leitor da coluna solicitou à Light, em 21 de julho – Protocolo 01964518 – a cobrança, em débito automático, da conta a vencer em 24 de agosto. Ao voltar, constatou que a empresa não cumprira com o compromisso, o que o obrigou a efetuar diretamente o pagamento cinco dias após o vencimento. No mesmo dia, lembrou à Light – Protocolo 020852415 – que o atraso se devia a falha da empresa e, por isso, alertava para a não cobrança de encargos na conta de setembro. Apostem o que ocorreu naquele mês?

Mostrando que a empresa não apenas cumpre o que promete, mas tem leitura pouca atenta às demandas dos clientes, a companhia, diante da nova reclamação, se limitou a reenviar a conta de setembro, com os mesmos encargos e multas, apenas com prazo mais elástico de pagamento. Diante da cobrança incorreta, o pagamento não pôde ser feito.

Sindicato das eletros

Maior, porém, foi a surpresa (?) do cliente, que, após reclamar da cobrança indevida junto à Aneel – Protocolo 010.095.79416.30 – recebeu desta e-mail reproduzindo o argumento da Light, sobre o atendimento do prazo para pagamento, aparentando sequer ter lido o cerne da argumentação, de que o problema decorria da não cobrança em débito automático, questão facilmente verificável mediante o acesso à gravação em poder da Light.

Agora, a empresa, além de não enviar a guia de setembro com o valor correto – a de outubro foi paga normalmente – ameaça cortar a energia do cliente que, em plena tsunami de inadimplência no país, gostaria apenas de pagar, em dia, suas contas. Diante do alinhamento da Aneel com a Light, resta ao cliente recorrer à Justiça, para ser indenizado pela empresa. Já sobre o papel da Agência, este está didaticamente esclarecido.

Mobilização

As centrais sindicais farão o Dia Nacional de Luta pelos Direitos, em 25 de novembro. Serão realizadas manifestações e atos pela manutenção dos direitos dos trabalhadores nas capitais dos estados e em várias outras cidades.

Não vamos medir esforços para estas mobilizações. A intenção é explicar, com muita clareza, para a classe trabalhadora, as mudanças que o governo pretende fazer, entre elas a reforma da Previdência e a trabalhista”, diz a Força Sindical em nota.

Cultura Viva

Perante um público de 500 pessoas, Sergio da Costa e Silva recebeu em Madrid, nesta terça-feira, o Prêmio Cultura Viva na categoria Lazos Hispanicos, por seu trabalho no Música no Museu e no RioHarpFestival. É o primeiro brasileiro a ser homenageado nos 25 anos da premiação.

Chave do cofre

Do ex-ministro e quase ex-brasileiro Roberto Mangabeira Unger, ao ser perguntado sobre as propostas econômicas de Michel Temer: “O governo que acaba de ascender na onda do desastre apresentou como fórmula o corte das despesas públicas, condição necessária, porém radicalmente insuficiente. Ao cingir-se a essa fórmula, as forças que tomaram o poder decretaram falência intelectual: não têm a menor ideia do que fazer, a não ser trancar o cofre e deixar chaves nas mãos dos credores da dívida pública, na esperança vã de que tanta obediência produza muito investimento. O resultado desabará sobre a cabeça da maioria trabalhadora.”

Rápidas

A Thyssenkrupp abriu inscrições para a edição 2017 de seu Programa Corporativo de Trainee “Create (y)our future!”. As vagas são para jovens com formação superior concluída entre dezembro de 2014 e dezembro de 2016 em diversos cursos. Inscrições até 5 de dezembro no site www.across.com.br/thyssenkrupp *** Papai Noel chega ao Shopping Jardim Guadalupe (RJ) dia 15. A festa começa às 18h30 *** Tributação sobre Energia Elétrica é o curso que o Ibef-Rio realiza de 21 a 24 de novembro, entre 18h e 22h. Será na Av. Rio Branco 156, 4º andar, Centro, Rio de Janeiro *** Na esteira da pindaíba em que o Governo Temer está jogando o país, surge espaço para os que defendem a legalização dos jogos de azar. A terceira edição do Brazilian Gaming Congress (BgC) acontece de 20 a 22 de novembro no Tivoli Mofarrej, em São Paulo (SP).O tema é “Ampliando sua visão”.

Artigo anteriorA luta continua
Próximo artigoSocorro na marra
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.