Aluno padrão

Tal qual o cavalo da piada, o México estava quase aprendendo a viver sem mercado interno, exportando a partir das “maquiladoras” tudo o que produzia para os Estados Unidos, quando veio a recessão no país vizinho e “matou” esta política. O país dos sombreiros é o primeiro na fila para receber recursos do FMI (pleiteia US$ 47 bilhões). O dinheiro seria proveniente da nova Linha de Crédito Flexível do Fundo, criada na semana passada para países com “fundamentos fortes e bom histórico na implementação de políticas econômicas”. Ou seja, para alunos da escolinha do FMI que fizeram tudo o que manda o receituário neoliberal e agora encontram-se à beira do abismo.

Obama&Lula
Embora protocolares e variáveis de acordo com o estilo de cada personagem – George Bush, pai, por exemplo, classificou Collor de “meu garoto” – as palavras elogiosas do presidente Barack Obama ao presidente Lula também têm um efeito balsâmico do ponto de vista simbólico para quem está acostumado a ler e ouvir discursos da mídia colonizada em relação ao Brasil.

Diversão e arte
Pigmeus acostumados a ver nosso país como fadado a cumprir papel meramente subalterno no mundo e atribuir a supostas qualidades pessoais dos ocupantes do cargo as deferências dirigidas no exterior aos presidentes brasileiros, esses setores vão ter de recorrer a ginásticas da sua pródiga retórica para justificar os elogios de Obama a Lula. Na prática, isso não muda nada em relação à permanência, no essencial, da submissão do governo brasileiro às políticas de interesse de Washington, mas permite alguns minutos de diversão. Já é alguma coisa.

Não temos banana
A quebra de safra de algumas frutas devido ao clima prejudicaram as exportações brasileiras no primeiro bimestre de 2009. “Houve, por exemplo, redução de 30% dos volumes de banana exportados no ano de 2008 quando comparados ao ano anterior” afirma Moacyr Saraiva Fernandes, presidente do Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf).
A crise não poupou o setor, que sofre com falta de crédito e de políticas públicas. Segundo estatísticas divulgadas pela Secretaria de Comercio Exterior, a maioria das culturas frutícolas apresentaram quedas nas exportações, com destaque para melão (-15%) e mamão (-9,11% em volume e -20% em valor).

Romance
Professor de física e matemática e autor de dez livros, entre eles o infantil O Galo de Bombaim, premiado na Itália, Francisco Evandro lança neste sábado seu primeiro romance, Destinos que se tocam. O lançamento será no Centro Cultural Justiça Federal.

Ouro de tolo
As expressivas altas das bolsas de valores mundiais têm muito pouco a ver com supostas soluções mágicas forjadas nas reuniões do G20. Estão mais para euforia de bêbado, daquelas cujas efeitos se desmanchem com a chegada da ressaca. Não raro, não duram nem 24 horas.

Concurso
Nesta sexta-feira, haverá Audiência Pública na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para tratar do último concurso público da TBG, empresa do sistema Petrobras. A estatal realizou seu segundo concurso em 2008 em consonância com o Termo de Ajustamente de Conduta que determinou que a maioria de funcionários terceirizados fosse substituída por concursados. Mas, a exemplo do primeiro concurso, nem os primeiros colocados dos cerca de 70 cargos apresentados foram convocados. Mais informações podem ser encontradas no site do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) – http://www.sindipetro.org.br

Imagem
Não foi apenas o mega engarrafamento provocado pelo Greenpeace na Ponte Rio-Niterói, quarta-feira, que irritou o cidadão fluminense. A arrogância dos membros da ONG também gerou irritação. A ação midiática, que acabou saindo pela culatra, chamou a atenção para os métodos da organização. Há dez dias, a mesma ONG plantara notinha antiPetrobras em uma coluna contando que o navio do Greenpeace que passara por portos brasileiros fora abastecer na Argentina, porque o combustível aqui tinha muito enxofre. A estatal mostrou que no vizinho o óleo era muito mais poluente, e que o combustível usado em navios não tinha relação alguma com o diesel que abastece os caminhões por aqui.

Artigo anteriorDogmas tóxicos
Próximo artigoBrega&chique
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Água, saneamento e crescimento para todos

Há pouco tempo para implantação das metas do novo marco legal.

Automação das matrículas acelera com o uso de biometria facial

Cresce procura por soluções tecnológicas de Reconhecimento Ótico de Caracteres para operações como cadastro dos alunos nos sistemas escolares

Mercado ainda digere Fomc e MP da Eletrobras passa no Senado

O Ibovespa fechou em queda de 0,93%, na esteira dos receios globais e das discussões envolvendo a MP.

Relator vota contra autonomia do BC, mas vista adia julgamento no STF

Lewandowski vota por derrubar a lei, sancionada em fevereiro, que dá autonomia ao BC, mas pedido de vista de Barroso interrompe julgamento.

Abbas recebe credenciais de embaixador brasileiro

Diplomata Alessandro Candeas entregou nesta semana suas credenciais ao presidente da Palestina, Mahmoud Abbas.