32.4 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 23, 2021

Amapá sofre novo apagão devido a falha na LMTE

Um novo apagão elétrico atingiu o Amapá na tarde desta quarta-feira. O problema teve origem em um trecho da linha de transmissão pertencente à empresa Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) e afetou as mesmas 13 cidades que, entre outubro e novembro de 2020, passaram 21 dias sem energia elétrica devido a um incêndio em uma subestação energética de Macapá pertencente a LMTE.

A concessionária informou que o problema foi rapidamente sanado e o fornecimento restabelecido. Em nota, a LMTE classificou o caso como uma “ocorrência externa ao seu controle”.

Sem fornecer detalhes sobre a causa do problema, segundo a Agência Brasil, a empresa se limitou a informar que “tal evento ocorre diariamente no Brasil” e “expõe a fragilidade do sistema de energia do Amapá, que não conta com redundância [de sistemas] devido à questão de planejamento setorial”.

Leia mais:

Apagão no Amapá não é caso único

Amapá: Governo deve fazer revisão no sistema de transmissão

Artigos Relacionados

Indústria rejeita retrocesso à jurássica lógica colonialista

Entidades criticam 'visão rasa' de que Brasil deveria se concentrar na agroindústria.

Reajuste salarial no Brasil ficou abaixo da inflação

Em dezembro, o reajuste salarial no Brasil ficou abaixo da inflação (-0,9%). É o que revela o boletim Salariômetro, divulgado nesta sexta-feira pela Fundação...

Proposta do governo é armadilha para caminhoneiros

Categoria ameaça parar dia 1º, o que poderia afetar distribuição de vacinas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Copom está alinhado com maioria da expectativa do mercado

Considerando foco na inflação de 2022, estamos considerando agora que BC começará a aumentar Selic em maio e não em agosto.

Primeira prévia dos PMI’s e avanço da Covid-19

Bolsa brasileira sucumbe ao terceiro dia de queda, mediante aos temores fiscais.

Exterior em baixa

Queda acontece em meio às preocupações com problemas para obtenções de vacinas.

Más notícias persistem

Petróleo negociado em NY mostrava queda de 2,60% (afetando a Petrobras), com o barril cotado a US$ 51,75.

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.