Amostra

Fazendo jus ao seu perfil executivo, a presidente Dilma deveria, antes de concretizar a primeira leva da privatização dos aeroportos brasileiros, dar um pulo ao Rio. Futuro gestor do Aeroporto de Guarulhos, o mais importante do país, o Invepar também é responsável pelo operação do Metrô carioca, com o padrão conhecido pelos usuários. Dilma não precisa andar na Linha 2, na qual os serviços são ainda mais precários. Basta embarcar numa das estações da Zona Sul e desembarcar na Central do Brasil ao fim da tarde. Para a experiência ser válida, não vale vagão especial, nem ar-condicionado instalado às pressas com temperatura nos níveis exigidos pelo senegalês verão carioca. No Rio, como os cariocas, presidente!

Os ladrões
A cruzada pela privatização dos aeroportos atingiu tal nível de mitificação que cruzadistas mais afoitos passaram a debitar o furto de bagagens à Infraero. Como até os empurradores de carrinhos dos aeroportos sabem, essa é uma atribuição das empresas aéreas, que costumam tercerizar esse serviço.

Justiça
O inquérito policial contra os manifestantes presos após o ato em frente ao Consulado dos Estados Unidos, durante a visita do presidente Barack Obama, em março do ano passado, foi arquivado pela 14ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. Os manifestantes foram acusados de tentativa de incêndio, levados para presídios, onde a maior parte permaneceu por 72 horas, até que o presidente dos EUA e sua comitiva deixassem o país. “Entendeu o Ministério Público não haver indícios suficientes de autoria do delito”, diz o inquérito. A prisão foi um ato contra a liberdade de expressão, ato do Governo Sérgio Cabral para agradar os visitantes.

Corporativismo
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou o Projeto de Lei do Ato Médico, que pretende regulamentar a profissão no país. O tema é polêmico, mesmo após as alterações no texto aprovado pela Câmara, feitas para preservar as atividades de ocupações como assistente social, dentista, biólogo, enfermeiro, farmacêutico e fisioterapeuta. A senadora Marta Suplicy (PT-SP) tem restrições ao texto. Ela entende que o projeto interferirá em outra profissão, o que seria inconstitucional.
O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) disse que o problema do exercício da medicina está na “degradação profissional”, além da proliferação de faculdades que, muitas vezes, formam médicos desqualificados.
O texto prevê como ato exclusivo do médico os “procedimentos invasivos, sejam diagnósticos, terapêuticos ou estéticos, incluindo acessos vasculares profundos, biópsias e endoscopia”, o que inclui a “invasão da pele atingindo o tecido subcutâneo da pele para injeção”.
Se uma pessoa pode ser presa por exercício ilegal da profissão de médico, por que se fala em regulamentação da profissão?

Poste verde
Um poste de iluminação pública que capta energia do sol e dos ventos para gerar eletricidade foi instalado no Rio de Janeiro, em testes para homologá-lo na prefeitura carioca para ser usado na Copa do Mundo de 2014 e na Olimpíada de 2016. Resultado de dois anos de pesquisa, que consumiram investimentos de R$ 1,5 milhão, o poste autônomo desenvolvido pela GreenLuce, empresa do grupo Alusa Engenharia, armazena energia em baterias, com autonomia de 36 horas de funcionamento.

Cabeça
A importância de saber gerir as expectativas dos liderados e a realizar seus sonhos são funções indelegáveis do líder, garante Carlos Rosa, autor de Líder: Gestor de Expectativas e Transformador de Sonhos em Realidade (Editora Interciência, 204 páginas, R$ 40). Seu objetivo é levar aos leitores a criar seu próprio estilo de liderança a fim de elevar o bem-estar de todos.

Sem vencedores
O embate travado entre Fox e Globo para que a primeira conseguisse exibir o primeiro jogo de um time brasileiro na Taça Libertadores – a partida começou a se exibida com 18 minutos pelo Speed – foi apenas a preliminar do que vem aí com a nova regulamentação do setor de TV fechada. Com a mudança, se o monopólio da Globo sofre abalo que pode mudar a correlação no segmento, os brasileiros passam a ficar nas mãos da empresa estadunidense de Rupert Murdoch para assistir aos jogos do seu esporte favorito.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFundamentadas
Próximo artigoPerdão duplo

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Seven Tech: Mais de 2,5 milhões de cartões de crédito até 2023

Com operações em seis países e presença em três continentes (Europa, África e América Latina), o Seven Tech Group, que nasceu como Software house...

Indústria de fundos está pronta para investimentos sustentáveis

É hora de a própria indústria de fundos, por meio de iniciativas de autorregulação, preencher o gap regulatório que ainda existe em torno dos...

Índice da B3: Empresas com melhores práticas no mercado de trabalho

A B3, bolsa do Brasil, e a consultoria global, Great Place to Work, anunciaram nesta terça-feira a criação de um novo índice com foco...

Comissão debate venda da Oi Móvel para outras operadoras

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta quinta-feira (21) para tratar da venda da Oi Móvel...

CVM: Acordo de R$ 300 mil após autodenúncia de infração

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) analisou, em reunião nesta terça-feira, propostas de Termo de Compromisso dos seguintes Processos Administrativos (PA)...