Amém

O comércio da cidade do Rio de Janeiro está animado com a comercialização de produtos relacionados à Jornada Mundial da Juventude. A expectativa do Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio) é que as vendas aumentem 10%. Segundo Aldo Gonçalves, presidente da entidade, esta expectativa pode ser superada, levando em consideração a grande procura desses últimos dias, principalmente nas lojas especializadas. Camisetas, bolsas, bonés, CDs e vídeos de músicas católicas, pulseiras, terços, pingentes, suvenires, imagens, medalhas, cosméticos e protetor solar são os produtos mais procurados, além de tênis, roupas esportivas, sandálias e bermudas.

Luz no fim do túnel
As associações Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) e de Minas Gerais (ACMinas) convocam para um “farolaço” nesta quinta-feira. “Mantenha os faróis de seu carro acesos durante todo o dia. Vamos mostrar que o país precisa sair da escuridão”, afirmam as entidades, que organizam o protesto contra os problemas na economia, na infra-estrutura, na Educação, na Saúde…

Panorama seguro
Qual o cenário econômico do setor de seguros? O consultor Francisco Galiza, da Rating de Seguros, vai mostrar as expectativas em duas palestras em agosto. No evento, patrocinado pela Academia Nacional de Seguros (ANSP), Galiza dará ênfase aos indicadores de confiança em seguros (Ices), com uma análise do comportamento da pesquisa, iniciada no final de 2012. No Rio de Janeiro, a palestra ocorrerá dia 6, no Auditório da Escola Nacional de Seguros (R. Senador Dantas, 74, 4º andar); em São Paulo, será dia 15, no auditório do Sindsegsp (Av. São João 313, 6º andar), sempre de 9h30 a 10h30.

Saúde
O Martini comemora 150 anos. O vermute é líder mundial de mercado e o vinho espumante italiano da marca é igualmente o mais vendido.

Formação
Não só de literatura criativa vive o mercado editorial brasileiro. O país comemora o aumento das vendas de livros científicos, técnicos e profissionais (CTP). Segundo Rodrigo Nascimento, diretor comercial da Editora Interciência, especializada em livros técnicos e científicos, o Brasil, nos últimos 15 anos, deu um salto no que diz respeito à leitura de uma forma geral. A empresa apresentará, em estande na XVI Bienal do Livro do Rio, que acontece de 29 de agosto a 8 de setembro, publicações como Transporte Marítimo de Petróleo e Derivados e Fundamentos do refino de petróleo: tecnologia e economia.

Rigor
Ministério Público, candidatos e partidos políticos poderão questionar o registro ou a divulgação de pesquisas e testes pré-eleitorais, de acordo com projeto de lei apresentado pela senador Ana Amélia (PP-RS), aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado nesta quarta-feira. Os responsáveis pela pesquisa podem ser multados ou obrigados a corrigir dados publicados. O projeto, que irá para o plenário antes de seguir para a Câmara, inclui na lei o que vinha sendo praticado pelo TSE.
 

Artigo anteriorDevagar
Próximo artigoMenos venda e mais faturamento
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Entrega da Eletrobras representaria 0,05% da dívida

Saída do presidente da estatal deixou mercado financeiro certo de que privatização já era.

Incerteza da população ou dos mercados?

EUA e Reino Unido espalham suas expectativas para os demais países.

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Ajustando o feriado

Ontem, pelo feriado em São Paulo, a Bovespa não funcionou, mas as ações brasileiras mostraram perdas.

Custo da construção sobe 0,93% em janeiro

Segundo a FGV, índice acumula inflação de 9,39% em 12 meses.

Bolsas operam mistas à espera de balanços de grandes empresas

Às 7h25, Bolsa de Paris se valorizava 0,94%.

Omissão em documento laboral deve ser resolvida na Justiça do Trabalho

Decisão afasta ações contra o INSS por possíveis erros cometidos pelas empresas.

Biden retoma restrições a viajantes que chegam do Brasil

Medida também afetará quem não é cidadão norte-americano que viaje a partir do Reino Unido e África do Sul.