Ancord certificará o Programa de Qualificação Operacional da B3

A função de certificadora se soma às atividades de Certificação e Credenciamento.

Mercado Financeiro / 19:53 - 13 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A partir de janeiro de 2020, a Ancord (Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias) será a entidade responsável por certificar os profissionais pelo Programa de Qualificação Operacional da B3.

As provas de Certificação e Recertificação serão oferecidas pela B3 Educação até dia 19 de dezembro. A partir de janeiro, as inscrições para solicitar a realização de exames serão disponibilizadas diretamente no portal da Ancord, opção “Certificação e Credenciamento” - no item “PQO-B3”. Nesta página específica estarão disponíveis todas as informações relacionadas às provas, além do curso online de capacitação profissional de cadastro.

A função de certificadora se soma às atividades de Certificação e Credenciamento que a Ancord já realiza para Agentes Autônomos de investimentos, Ouvidores e Dirigentes da PREVIC. “Ao longo dos seus quase 50 anos de história, a associação se consolidou como uma das mais relevantes instituições dentro da indústria de intermediação, além de conquistar reconhecimento na qualidade e eficiência com que realiza suas atividades de entidade certificadora, principalmente junto aos agentes autônomos”, analisa o responsável pela área de Certificação e Credenciamento da Ancord, Orlando Júnior.

O guia de estudos que a B3 disponibiliza continuará sendo oferecido de forma gratuita, enquanto o manual de certificação será atualizado a fim de incluir as alterações que acontecerão a partir de janeiro de 2020. O Programa de Qualificação Operacional (PQO) abrange mais de 120 instituições financeiras e já certificou mais de 12 mil profissionais.

Com a certificação sob cuidado da Ancord, os próximos candidatos contarão com mais de 300 centros de teste espalhados em cerca de 160 municípios do Brasil. Os inscritos serão avaliados em exames elaborados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das mais importantes e reconhecidas marcas no segmento educacional e no desenvolvimento e aplicação de Exames de Certificação no segmento financeiro.

As provas serão realizadas em ambiente virtual com aplicações diárias nos principais centros. Uma novidade deixará o processo ainda mais transparente: após concluir a prova, o resultado preliminar já poderá ser consultado pelo candidato de forma imediata, com possibilidade de apresentar um recurso em até 60 minutos após a conclusão da prova.

 

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor