André Ceciliano defende indústria naval

Presidente da Alerj considera vocação natural do estado.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), pré-candidato ao Senado, defende a retomada da indústria naval no Rio de Janeiro porque, segundo ele, a economia do mar é uma vocação natural do estado. Ceciliano lembrou que, quando Lula foi eleito, a indústria naval tinha apenas 3 mil empregos. Uma década depois, chegou a mais de 80 mil empregos. O parlamentar argumentou que a retomada do setor requer articulação, estruturação, equacionamento de passivos e vontade política.

 

Prazo para definir candidaturas

Na próxima quarta-feira (20) tem início o período das convenções partidárias, quando as legendas oficializam os nomes que concorrerão em outubro e formalizam as alianças políticas. O prazo para os partidos escolherem os candidatos vai até 5 de agosto. E a negociação de apoios e a costura de alianças nessa reta final devem movimentar a agenda política nas próximas semanas.

Val Ceasa (foto divulgação Alerj)
Val Ceasa (foto divulgação Alerj)

Reforma em conjuntos habitacionais

O deputado Val Ceasa (Patriota) tem acompanhado as obras de recuperação de vários conjuntos habitacionais da região de Irajá e Vista Alegre, na Zona Norte do Rio, como o Amarelinho e Cidade Alta. As obras estão sendo executadas pelo Governo do Estado a pedido do parlamentar e incluem a recuperação da infraestrutura hidráulica elétrica e pinturas internas e fachadas dos prédios. Três vereadores do Rio e o deputado Pedro Paulo (PSD-RJ) têm acompanhado as visitas.

 

Rumo ao interior

O governador Cláudio Castro vai priorizar em sua agenda visitas aos municípios cujos prefeitos apoiam sua reeleição. Ele quer apresentar pessoalmente seu cronograma de obras para cada um deles antes que o período eleitoral se inicie.

 

Anistia de juros no Detran

Projeto de lei, do deputado Léo Vieira (PSC), pode anistiar os juros e a multa por atraso de pagamentos provenientes de infrações de trânsito nos últimos cinco anos. De acordo com o parlamentar, a desoneração não retira o caráter punitivo, mas estimula o cidadão a quitar seu débito junto ao Detran-RJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Alerj discute tombamento do Engenhão

Projeto impedirá demolição ou fim da pista de atletismo.

Ensino superior em Portugal sobrevive graças aos alunos estrangeiros

Valor pago pode ser 5x maior que por nacionais.

Construção da P-80 ‘exporta’ 395 mil empregos

Candidatos defendem volta do conteúdo local e fazer reparos de embarcações no Rio.

Últimas Notícias

Vale testa caminhões de 72 toneladas 100% elétricos

Veículos serão usados nas operações da mineradora em Minas Gerais e da Indonésia

Xangai quer estimular mais o consumo

Será a primeira emissão de cupons eletrônicos para estimular o consumo

Pequenos incidentes cibernéticos podem iniciar grandes problemas

Alerta é do coordenador do Grupo Consultivo de Cibersegurança da Anbima

Rio Grande do Sul publica edital de concessão do Cais Mauá

Prevê revitalizar um dos principais patrimônios da cidade por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP)

Rio pode ter fomento de áreas produtoras de petróleo

Norma estabelece que o governo do estado desenvolva políticas de apoio e parceria.