Aneel mantém bandeira verde nas contas de março

Bandeiras tarifárias são definidas mensalmente de acordo com geração de energia

23
Torres de energia elétrica
Torres de energia elétrica (Foto: Marcello Casal Jr./ABr)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve a bandeira verde em março. Assim, os consumidores não terão cobrança adicional nas faturas de energia elétrica.

Segundo a Aneel, as condições de geração de energia continuam favoráveis, como ocorre desde abril de 2022, há quase dois anos. A bandeira verde é válida para todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional (SIN), malha de linhas de transmissão que leva energia elétrica das usinas aos consumidores.

Criado em 2015, o mecanismo das bandeiras tarifárias pode representar um custo extra nas contas de energia elétrica, dependendo das condições de geração. Existem os seguintes tipos de bandeiras tarifárias: verde, amarela e vermelha, esta com dois patamares.

A cada mês, as condições de operação do sistema de geração de energia elétrica são reavaliadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que define a melhor estratégia de geração de energia para atendimento da demanda. A partir dessa avaliação, define-se a previsão de geração hidráulica e térmica, além do preço de liquidação da energia no mercado de curto prazo, explica a Aneel.

Espaço Publicitáriocnseg

“Desse modo, para cada nível de geração hidráulica e térmica tem-se uma previsão de custos a serem cobertos pelas bandeiras. Portanto, as cores das bandeiras tarifárias são definidas a partir da previsão de variação do custo da energia em cada mês.”

As concessionárias não interligadas ao Sistema Interligado Nacional não participam do sistema de bandeiras tarifárias. “Vale lembrar também que há concessionárias que estão parcialmente interligadas ao SIN. Neste caso, os consumidores localizados no sistema isolado não pagam a bandeira”, informa a agência reguladora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui