Ano de 2021 deve registrar quase 10 bilhões de dados vazados

Primeiro semestre teve aumento de 387% no número de dados vazados no Brasil.

Análise apresentada pela PSafe ressaltou o número impressionante de mais de 4,6 bilhões de dados pessoais vazados, entre pessoas físicas e CNPJ, nos seis primeiros meses de 2021. Isso significa um aumento de 387%, quando comparado a todo o ano de 2019, que registrou 1,2 bilhão.

De acordo com a projeção da empresa, a tendência é de que 2021 ultrapasse as quase 10 bilhões credenciais vazadas identificadas em 2020. Cenário que coloca um ponto de interrogação em como proceder para evitar que dados e informações pessoais e financeiras caiam em mãos erradas.

Já segundo levantamento feito pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), houve crescimento de 165% nos golpes que utilizam engenharia social, no primeiro semestre de 2021 em comparação com o segundo semestre de 2020.

Golpes de engenharia social são aqueles em que há manipulação psicológica da vítima para que ela forneça informações confidenciais, como senhas e números de cartões, ou faça transações em favor dos criminosos.

De acordo com o levantamento, foram registrados o aumento de 80% nas tentativas de ataques de phishing, fraude que visa a obter os dados pessoais do usuário, por meio mensagens e e-mails falsos que induzem o usuário a clicar em links suspeitos ou ainda páginas falsas na internet que induzem a revelar dados pessoais. Os dados apontam que são tiradas cerca de 3 mil páginas fraudadas de bancos por mês.

O golpe do falso motoboy cresceu 65% durante o período da quarentena. Já os golpes do falso funcionário e das falsas centrais telefônicas cresceram 70%. Além disso, a Febraban também afirmou que houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos.

Para contribuir no combate aos golpes e fraudes, as instituições financeiras investem anualmente cerca de R$ 2,5 bilhões em cibersegurança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Economia no Governo Bolsonaro é a pior em 4 décadas

PIB do País crescerá menos que na década perdida.

Sobra água no Norte e Nordeste, mas ONS despacha térmicas caras

Usinas não conseguem utilizar linhas de transmissão.

Material escolar pode ter crescimento de 7,6% nas vendas

Segmento foi um dos mais impactados com a pandemia, mas a perspectiva de melhora entre 2022 e 2023 vem atrelada a aumento de preços.

Últimas Notícias

Valor da internet em Portugal está mais barato

Dados recentes do Eurostat, Serviço de Estatística da União Europeia, referentes a dezembro de 2021, mostra que Portugal lidera na descida de preços dos...

Modal finaliza aquisição da integralidade do banco digital LiveOn

O Modal, banco de investimento, fechou a aquisição de 100% da infratech LiveOn, operação divulgada em outubro de 2021, e só agora aprovada pelo...

Fitch afirma IDRs BB’ e rating nacional ‘AAA do Itaú Unibanco

A Fitch Ratings afirmou nesta segunda-feira os IDRs (Issuer Default Ratings - Ratings de Inadimplência do Emissor) de Longo Prazo em Moedas Estrangeira e...

Balança comercial registra déficit de US$ 117 milhões

A corrente de comércio (soma de exportações e importações) brasileira cresceu 28% e fechou a terceira semana de janeiro em US$ 28,91 bilhões. Os...

Subida de juros assusta investidores

A segunda-feira (24) foi marcada como um dia de aversão a risco com fortes quedas nas bolsas internacionais, observou Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial...