Anti-hipertensivos são o nono lugar em lista de remédios mais vendidos

Vendas da categoria no trimestre tiveram aumento de 8,68% nas farmácias, em comparação com o ano passado.

No primeiro trimestre deste ano, medicamentos de combate a hipertensão cresceram 8,68% em faturamento, quando comparado ao mesmo período no ano passado.

No ranking de medicamentos mais vendidos para tratar a doença, anti-hipertensivos ocuparam o nono lugar no primeiro trimestre do ano, representando 7,52% do top 10. Ao avaliar os resultados nacionalmente, no período entre janeiro de 2021 e março de 2022, o mês de março apresentou o maior índice de vendas, com um faturamento de 7,49%, enquanto em fevereiro do ano anterior as vendas totalizaram apenas 5,94%.

Por cidades, São Paulo foi líder de vendas em medicamentos anti-hipertensivos, representando 23,6% do faturamento da categoria. Em seguida, Rio de Janeiro com 11,4%, Minas Gerais com 10,7%, Paraná com 7,1%, Rio Grande do Sul com 6,5% e, por último, a Bahia com 5,3%. Por região, o Sudeste é o local com o maior número de compras, responsável por 47,8% do faturamento desses medicamentos. Logo após, o Nordeste aparece em segundo lugar com 20,7%, seguido do Sul com 17,6%, Centro-Oeste com 9,0% e, por fim, a região norte com 4,9%.

Segundo o levantamento, Aradois, Losartana N.Q, Losartana EMS, Losartana MD7, Diovan HCT, Diovan Amplo Fix, Diovan, Losartana ACH, Losartana TTB e Enalapril TTB foram, respectivamente, os medicamentos mais vendidos para tratamento de hipertensão arterial no mês de março este ano.

Leia também:

Produtos de higiene e beleza só atendem 6,5% da população negra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

‘Estados nunca respeitaram o princípio da seletividade’

Segundo tributarista, lei do ICMS 'nada mais fez do que acompanhar decisão do STF'.

IPC-S recuou em quatro capitais de maio para junho

Segundo a FGV, a maior queda foi registrada no Rio de Janeiro.

Últimas Notícias

China intensifica esforços para aliviar carga tributária das empresas

Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

China lançará esquema de conexão de swap de juros Continente-HK

O banco central chinês, o Banco Popular da China (PBOC), anunciou na segunda-feira a aprovação de três instituições de infraestrutura financeira para desenvolver um esquema de acesso mútuo conectando os mercados de swap de taxas de juros do continente chinês e da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR), informou Xinhua Finance nesta segunda-feira.

Presidente do Egito inaugura teste de VLT fabricado na China

O primeiro sistema de transporte Veículo Leve sobre Trilhos Eletrificados (VLT) do Egito, construído em conjunto por empresas chinesas e egípcias, começou seu teste no domingo.

‘Estados nunca respeitaram o princípio da seletividade’

Segundo tributarista, lei do ICMS 'nada mais fez do que acompanhar decisão do STF'.