Anátema

Não se deve apenas a cautela natural imposta pelo cargo, a reticência com que o presidente Lula se referiu ao mensalão do DEM. Com o mensalão petista podendo entrar a qualquer momento na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) e os PSDB paralisado diante do cerco judicial a seu ex-presidente nacional, esse tipo de assunto tornou-se um tabu para os maiores partidos brasileiros. Como se vê, a política econômica não é a única herança maldita herdada do tucanato.

Oportunidade
A inclusão dos sem-banco – 2,7 bilhões de terráqueos excluídos do baile financeiro – será facilitada pela expansão de serviços bancários sem agência, incluindo aqueles por telefone móvel. É nisso que se apega a banca londrina, que divulgou o relatório Cenários para Serviços Bancários sem Agências em 2020, feito pelo CGAP (grupo de microfinanças com sede no Banco Mundial) e pelo Departamento para Desenvolvimento Internacional do Reino Unido.
Os pesquisadores concluíram que na África, na América Latina e na Ásia o número de pessoas que não têm uma conta bancária, mas têm um telefone celular deverá crescer de 1 bilhão, atualmente, para 1,7 bilhão, em 2012. Essas pessoas “conectadas mas sem bancos” representam uma “oportunidade de mercado que os prestadores de serviço não podem perder”, afirmam.

Riscos e riscos
Para o ministro britânico de Comércio e Desenvolvimento, Gareth Thomas, “os pobres são mantidos na pobreza quando eles são financeiramente excluídos. Isso significa que eles não têm lugares seguros para economizar dinheiro, oportunidade de investir em seu futuro e não podem reduzir o risco de suas economias serem perdidas em desastres naturais”. Já o risco de perderem a poupança em desastres financeiros, como o do ano passado…

Simples
Um engenheiro com experiência na área de energia questiona: por que o projeto do pré-sal é tão confuso? Apesar de avaliar a proposta do governo como um grande avanço em relação ao modelo tucano, ele acha que está ocorrendo o mesmo de quando fizeram o reordenamento do setor elétrico, cuja legislação se transformou em um imenso imbróglio – cujos um dos corolários foi o recente apagão. O especialista preferia algo simples e direto: todos blocos ainda não leiloados do pré-sal serão entregues, sem leilão, à Petrobras para exploração e produção de petróleo e gás natural. A empresa repassaria (talvez através de impostos) uma parte do lucro (a ser definida) para o Fundo Social. A estatal só pagaria aos acionistas 25% do lucro depois de retirados os impostos e todas as reservas permitidas por lei.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConexão
Próximo artigoInsaciável

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...