31.1 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Apagão

Se de dia colheu resultados ruins no leilão de energia, à noite a Eletrobrás brindou seus funcionários com uma festa de arromba no Morro da Urca (RJ), terça-feira. O uísque, liberado, acabou cobrando seu preço: um alto executivo da estatal teve que deixar a festança carregado.

Fuga
“Saia enquanto pode”. A frase está na coluna Buttonwood, da The Economist Global Agenda de 23 de novembro, que fala sobre a crise do dólar. O aviso é reforçado pela matéria de capa da edição impressa de 2 de dezembro da revista, que tem o título “The Disappearing Dollar”.
Ainda que tenha um quê de especulação, a matéria da Global Agenda, serviço disponível na Internet, alerta que setores da alta finança consideram que o domínio do dólar está com seus dias contados, pondo fim ao período iniciado em 1971, quando os Estados Unidos, unilateralmente, acabaram com a paridade dólar-ouro estabelecida pelo acordo de Bretton Woods.
A coluna se estende sobre o dilema dos países asiáticos, que mantêm trilhões de dólares em títulos dos EUA – o que mantém a paridade de suas moedas e preserva as exportações para os norte-americanos – e que agora, se saírem do esquema, levariam o dólar à lona, fazendo a carteira de títulos dos BCs asiáticos virar pó. Se continuarem comprando a moeda dos EUA, porém, podem apenas adiar e aumentar o tombo. Segundo a Buttonwood, as finanças norte-americanas, hoje, “se parecem mais com as de uma república de bananas do que com a de uma superpotência econômica”.

Rede
Relacionamentos construídos são algumas das inúmeras oportunidades oferecidas por cursos executivos. Por isso, o Ibmec São Paulo promove a palestra “A Importância do Networking no Mercado de Trabalho”, com José Augusto Minarelli, presidente da empresa de consultoria Lens&Minareli. Parte do “Conversando Sobre Carreiras”, a palestra será realizada amanhã, às 19h30. Informações pelo telefone (11) 3253-0344 ou pelo e-mail contactcentersp@ibmec.br

Trigo
Em 2004, pela primeira vez na história, o Brasil exportou trigo – 1,37 milhão de toneladas. Tradicional importador do produto, a mudança de posição acompanha a pouca vitalidade do mercado interno por causa da queda da renda. Porém, se expandir a cultura para novas regiões, até poucas décadas atrás consideradas inapropriadas para o plantio, o Brasil poderá atender a um mercado interno revigorado e ainda assim exportar. A demanda mundial de trigo deve crescer 50% nos próximos 30 anos, segundo Erivelton Scherer Roman, chefe-geral da Embrapa Trigo. Nesta safra, a produção mundial deve chegar a 617 milhões de toneladas, das quais 6,04 milhões plantadas aqui. O plantio no cerrado, em sistemas de rotação com culturas já difundidas como soja e milho, poderá tornar o Brasil “auto-suficiente e ainda exportador de trigo”, diz Roman.

Não basta ouvir…
Estudo publicado pela revista eletrônica First Monday mostra que, diferentemente do propagado pela indústria fonográfica, a motivação dos usuários de programas de compartilhamento de arquivos como o Kazaa e o SoulSeek – que permitem baixar arquivos de música e vídeo de outros também e oferecer a outros – não se esgota no acesso gratuito, mas inclui o desejo de compartilhar seu acervo com outras pessoas. A constatação é dos pesquisadores Kevin McGee e de Jorgen Skageby, da Universidade de Linkoping, na Suécia, e autores do artigo Gifting Technologies (Presenteando tecnologias). Durante seis meses, eles frequentaram e analisaram listas de discussão de usuários dos sistemas P2P – sigla em inglês para ponto-a-ponto, tecnologia que permite a troca direta de arquivos na Internet – e entrevistaram cerca de 100 desses usuários.

Considerar o prazer
Eles observam que o estudo demonstra que a estratégia da indústria de combate a esse tipo de prática está equivocada, bem como não basta as gravadoras criarem mecanismos tecnológicos para que as pessoas usufruam legalmente bens culturais na Internet. Para os pesquisadores, será preciso considerar também o desejo que os internautas têm de ajudar e oferecer arquivos a outros membros da comunidade.

Artigo anteriorMadame Palocci
Próximo artigoPrazo certo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.