Apartheid

Não é só no Brasil que a procura por carros blindados cresce exponencialmente. O risco de  guerra no Iraque está aumentando a procura por esse tipo de automóveis na Europa. Em uma sala fechada no fundo do estande da BMW na feira de automóveis de Genebra, os compradores podem ver um sedã aparentemente normal que se parece com um modelo da série 7.  Porém, ele se distingue por seus vidros mais grossos e pneus mais largos. O carro foi classificado por autoridades alemãs como B6/B7, ou seja, é capaz de suportar ataques de fuzis M16 ou Kalashnikov AK47. Além disso, segundo a montadora, o veículo é forte o bastante para não ser destruído pela detonação de duas granadas de mão. Perfeito para as ruas do Rio. Os principais mercados de blindados são Brasil, México, Rússia.

Clonagem
A nomeação do economista Paulo Tafner para diretor-adjunto do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) para tratar de modificações na Previdência é notícia para causar arrepios em quem não considera aposentado sinônimo de vagabundo nem aposentadoria um bem supérfluo destinado a velhinhos ociosos. Em 1992, já nos estertores do governo Collor, Tafner apresentou diante de uma platéia de jornalistas sua proposta para a Previdência: zerar, independentemente do número de anos de contribuição e idade do segurado, todas as contribuições feitas até então e iniciar nova contagem para tempo de aposentadoria, que somente seria paga pelo setor público até o teto de três salários mínimos. Quem quisesse receber acima desse valor, que procurasse um fundo de previdência privada. A empolgação de Tafner com sua proposta somente arrefeceu quando um jornalista lhe perguntou se os optantes da previdência complementar seriam obrigados a escolher a Capemi.
Em tempo: à época Tafner era assessor da direção nacional do PSDB.

Clonagem – 2
Nova tradução para a sigla PT que corre entre os espíritos mais bem-humorados de Brasília: em vez de Partido dos Trabalhadores, Parece Tucano. O mais grave, é que muitos petistas não se ofendem.

Flexível
O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto, visita na próxima segunda-feira o presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha Neto (PT/SP), a quem fará o convite para participar da abertura do Fórum Internacional sobre Flexibilização no Direito do Trabalho. O evento será realizado na sede do TST nos próximos dias 7, 8 e 9 de abril. As inscrições, abertas de 10 a 21 deste mês, podem ser feitas via Internet, no endereço www.tst.gov.br/foruminternacional. Além de autoridades nacionais, virão o diretor de Normas Internacionais do Trabalho, Jean Claude Javillier, e o conselheiro em Políticas de Legislação Laboral Arturo Bronstein, ambos da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Batom em duas rodas
A participação das mulheres no mercado de motocicletas acelerou nos últimos dez anos. Segundo dados da Associação Brasileira de Distribuidores Honda (Assohonda), nesse período as vendas de motos para mulheres saltou de 10% para 17%. Uma das principais razões foi a economia e a praticidade do veículo diante dos engarrafamentos e da falta de vagas para estacionar. “As mulheres que escolhem as motocicletas como veículos para irem ao trabalho exigem que esses veículos sejam, acima de tudo, econômicos. É preciso oferecer um produto com baixos custos de manutenção e consumo”, avalia o presidente da Assohonda, Pedro Cavalcanti Freire, segundo o qual, um modelos preferidos pelo sexo feminino é a Honda C 100 BIZ.

“Malocci”
Bem humorada “notícia” que corre a Internet inocenta o ministro Antonio Palocci da responsabilidade de manter a política econômica do tucanato. Reconstituição computadorizada “feita por especialistas da Unicamp” comprova que Palocci, na verdade, é o ex-ministro Pedro Malan, que deixou crescer a barba, maquiou as olheiras e fez um curso com fonoaudiólogos para aprender a falar com a língua presa. Palocci foi sequestrado na véspera do Ano Novo e substituído pelo antigo czar da economia, garantindo mudança zero na política de juros altos e crescimento nulo. Com a farsa desmascarada, Malan foi pego e a PF procura o verdadeiro ministro. A brincadeira tem direito a foto com a “transformação” de Palocci em Malan.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFardo
Próximo artigoSexta-feira gorda

Artigos Relacionados

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás