Apertem os cintos

Em artigo num jornal do Rio, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE, Mauricio Tolmasquim, tranquliza a população: “O fato de as térmicas gerarem energia não é sinal de crise, de falta de investimento ou de falta de planejamento, mas uma indicação de que o sistema elétrico está funcionando de acordo com o previsto.” E continua: “Preocupante seria o contrário. Se as termelétricas, chamadas a operar, não o fizessem, por falta de combustível.” Não foi exatamente o que ocorreu?

Ondulações
O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), ganhou mais munição na sua batalha para reduzir o valor das tarifas dos pedágios do seu estudo. Segundo estudo apresentado semana passada pelo Dieese, a arrecadação das seis concessionárias de pedágio do Paraná aumentou 354%, entre 1998 e outubro de 2007. Isto representa R$ 5,3 bilhões, em valores atualizados, resultantes das 27 praças de pedágio.
O total arrecadado pelas seis concessionárias saltou de R$ 165 milhões, em 1999, para R$ 750 milhões, em 2006, e devem alcançar R$ 828 milhões, em 2007, segundo dados da própria seção paranaense da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR).

O céu é o limite
Ainda segundo o estudo do Dieese, desde o início da cobrança nas estradas do Paraná, em 1998, a tarifa subiu, em média, 136%, até o fim de 2006. A tarifa que sofreu o maior aumento no período foi a da Ecovia (Curitiba-Paranaguá): 187%. Em 1998, a tarifa era de R$ 3,80, saltando para R$ 10,90, atualmente. O Dieese revelou também que, desde o início da cobrança do pedágio, as tarifas já eram bem maiores que os valores propostos pelas empresas que venceram o recente leilão de privatização das estradas da União. A média das tarifas das seis concessionárias paranaenses era de R$ 3, em 1998, contra R$ 1,10 das tarifas médias do leilão do governo Lula.

Renegociar é preciso
Diante dos dados, o secretário estadual especial de Relação com a Comunidade, Milton Buabssi, afirmou que o governo paranaense não pretende romper os contratos, mas rediscuti-los: “Esses contratos devem se colocar em condições melhores para a população, com a fiscalização do governo. Está havendo uma mobilização em todo o estado. Só assim a sociedade civil vai conquistar os seus direitos. A sua mobilização deve se estender aos bairros de Curitiba, com o engajamento de toda a população”, defendeu, numa referência, ao Dia Nacional de Luta contra o Pedágio, marcado para o próximo dia 5.

Carteira aberta
O senador Marcelo Crivella (PR-RJ) admite que a promotoria paulista abriu investigação por suposta remessa ilegal de dinheiro para o exterior. Diz, porém, que é falsa a acusação. Segund ele, parecer elaborado pela subprocuradora-geral da República, Claudia Sampaio Marques, e aprovado pelo procurador-geral, declara inexistir qualquer indício do envolvimento do senador no fato em investigação. “Tendo vivido mais de dez anos na África como missionário entre os pobres e doado mais de R$ 10 milhões em direitos autorais para o Projeto Nordeste, a única coisa da qual podem me acusar é de empobrecimento ilícito”, ironiza Crivella.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRodada furada
Próximo artigoPara gringos

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Arrecadação atípica de exportação de commodities turbina receita

Tributos alcançam quase R$ 1,2 tri em 8 meses e batem recorde.

Indústria da hipertensão e diagnóstico por imagem movimentará R$ 22 bi

Foram realizados cerca de 55,6 milhões de procedimentos ambulatoriais e hospitalares.

Receita apreende mercadorias piratas avaliadas em R$ 1 milhão

Foram apreendidos na operação 170 volumes de mercadorias englobando videogames e acessórios, roteadores, entre outros.

Prorrogada a CPI dos royalties do Rio por 30 dias

Prorrogação do prazo se deve à complexidade da matéria e aos vários documentos requisitados que ainda estão sendo recebidos pela comissão.

Governo dos EUA se prepara para paralisação na semana que vem

Em outra frente de luta, líder democrata Nancy Pelosi anuncia acordo sobre pacote de Biden.