Apoio estatal: o novo normal

Empresas exportadoras globais contam com ajuda dos governos.

A Allianz Trade, gigante do seguro de crédito comercial, fez pesquisa sobre o ritmo das empresas exportadoras nos Estados Unidos, China, Reino Unido, França, Itália e Alemanha. Duas pesquisas foram realizadas – uma antes do início da invasão da Ucrânia e outra depois, envolvendo cerca de 3 mil companhias, para saber como o atual ambiente internacional está afetando os exportadores e sua disposição para fazer negócio.

O levantamento traz um detalhe interessante: a maioria das empresas exportadoras (54%) receberam algum tipo de apoio estatal nos últimos 12 meses. Claro, a China (70%) distorce um pouco os resultados, mas na Itália o apoio beneficiou 60% das pesquisadas. Além disso, dois terços dos entrevistados confirmam que esse apoio, em parte, ajudou seus negócios a sobreviver à crise.

“Embora o pior da pandemia pareça ter ficado para trás, cerca de 50% dos exportadores europeus dizem que o apoio estatal com mais empréstimos garantidos pelo Estado e subsídios diretos ajudaria seus negócios a suportar melhor o impacto da guerra [na Ucrânia]. De fato, mesmo antes do início da guerra, mais de 30% de todas as empresas pesquisadas esperavam apoio estatal para financiar suas atividades em 2022. O apoio financeiro estatal parece ter se tornado um ‘novo normal’ para algumas empresas”, relata a Allianz Trade.

 

Não pegou

No Brasil, fala-se em leis e normas que “não pegam”. É o caso da portaria publicada pelo Detran-RJ no Diário Oficial em 27 de janeiro que obriga clínicas credenciadas para realização de exames de aptidão física e mental e avaliação psicológica passem a aceitar o pagamento em cartão de débito, pix ou transferência bancária. Até então, as clínicas aceitavam somente dinheiro vivo, por algum motivo não conhecido.

O motivo deve ser forte. Apesar do prazo de 30 dias para que a portaria fosse cumprida, os estabelecimentos continuam aceitando apenas grana.

 

Não vai pegar?

A portaria do Detran-RJ foi reforçada pela Lei 9.623/22, do deputado estadual Luiz Paulo, que ainda inclui “entre as exigências para o credenciamento das clínicas responsáveis pela realização dos exames médicos solicitados pelo órgão, que possuam convênio com ao menos três operadoras de planos de saúde.” A lei foi promulgada em 4 de abril passado.

 

Não pegou – 2

Embora a Lei 9.787/99 autorize a venda fracionada de remédios, os laboratórios não se interessam pela aplicação, as farmácias fazem cara de paisagem, e a Anvisa colabora com uma norma burocrática. Ao consumidor resta pagar por mais remédios que a quantidade prescrita pelo médico.

 

Rápidas

A Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) lança o “Vivenciando a Caatinga”, um ciclo de debates sobre a importância da vegetação característica do Nordeste. A programação acontecerá nos próximos dias 27 e 28 e comemora o Dia Nacional da Caatinga. Inscrições aqui *** O Américas Shopping (RJ) promove o Comida Di Rua, de neste final de semana (22 a 24), das 14h às 22h. No Dia de Tiradentes, o shopping recebe o cantor André Mello, que faz tributo ao Barão Vermelho, às 19h *** Autoconhecimento é tema da oficina “Desenvolvimento Pessoal” que acontecerá em três sábados de maio, na Tijuca (RJ), com o terapeuta Urfé Carvalho e o coach Anderson Augusto. Inscrição pelo WhatsApp (21) 99390-7183 *** A Academia Proderj oferece 45 programas de capacitação para servidores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) das secretarias e órgãos estaduais do Rio de Janeiro *** O IRELGOV abriu inscrições para o “II Congresso Internacional de Relações Governamentais”, 19 e 20 de maio, na Amcham, em SP. Os interessados podem se inscrever aqui.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPreços não cedem e turbinam lucros
Próximo artigoParkinson

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

A Rota dos Vinhos do Tejo

Degustação apresenta a riqueza e diversidade da histórica e ainda desconhecida produção.

Fiat lança furgão Scudo com motor turbodiesel ou elétrico

Veículo para a última fase de entrega de produtos.

Últimas Notícias

Ford Brasil: Centro global de exportação de serviços de engenharia

Projetos de ponta voltados ao futuro da mobilidade, como veículos elétricos, autônomos e conectados. 

Senado vai analisar vetos na Lei Aldir Blanc

Existe uma fila de 36 vetos aguardando votação dos senadores e deputados

Caixa: desconto de até 44% para regularizar penhor em atraso

As unidades com serviço de penhor disponível podem ser consultadas no site da Caixa

Índice de Preços ao Produtor (IPP) sobe 1,83% em maio

Das 24 atividades analisadas, 21 tiveram alta de preços

Acqio inclui transações via Pix em suas soluções de pagamento

Em abril os pagamentos feitos via Pix atingiram a marca histórica de 11,5%, no comércio eletrônico