Aqui, alemão fecharia a torneira

Uma questão sobre saneamento é a tarifa. Apesar de ser o país com maior disponibilidade de água doce, o Brasil cobra...

Uma questão sobre saneamento é a tarifa. Apesar de ser o país com maior disponibilidade de água doce, o Brasil cobra contas elevadas de seus consumidores. Na fluminense Cedae, por exemplo, a média residencial, até 15m³, é de R$ 2,715 por mil litros. Na vizinha Niterói, incluída entre as 14 melhores do Brasil, a tarifa é de R$ 2,949/m³, ou seja, 8,6% a mais. Mas a concessionária privada não produz uma gota de água, apenas distribui o que compra… da Cedae. Porém, dados da Associação Brasileira das Concessionárias de Água e Esgoto (Abcon), tendo como fonte levantamento feito pelo Chile em 2015 com 21 países, mostram o Brasil na 16ª posição, com tarifa (Sabesp) de US$ 1,13/m³. A Alemanha cobra o valor mais alto, com US$ 6,25/m³ para um consumo de até 15 mil litros.

Mas nem tudo é tão simples. Semana passada, foi divulgado que um alemão de 31 anos da cidade de Salzgitter deixou todas as torneiras do seu apartamento abertas, assim como a descarga, durante um ano. Foram desperdiçados cerca de 7 milhões de litros de água, o que gerou uma conta de 10,8 mil euros. O valor equivale a R$ 5,73/m³, cerca de o dobro da média brasileira. Porém, dois detalhes: aqui, a tarifa dobra acima de 15m³ e continua subindo de acordo com o patamar de consumo (acima de 60m³ chega a ser oito vezes maior); além disso, o cliente paga outro tanto de esgoto. O que significa dizer que o alemão não ousaria deixar as torneiras abertas no Brasil…

A Proteste – Associação de Consumidores lançou nesta terça uma campanha contra a cobrança indevida da coleta e tratamento de esgoto em residências que estão em áreas onde não existe o serviço. É possível simular o valor da restituição no site www.proteste.org.br/esgoto

 

Parcerias

A respeito da nota sobre saneamento publicada na coluna de ontem, a Abcon esclarece que Birigui (SP) e São José dos Campos (SP) também possuem parceria público-privada no saneamento. No caso da primeira, uma concessão parcial de água, e no caso da segunda, uma locação de ativos em esgoto.

Amanhã, a coluna conclui a série mostrando a relação entre saneamento e doenças.

 

Casos reais

Vale, Accenture, Deloitte e IBM uniram-se à IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio para formar um consórcio educacional com o objetivo de estimular o aprendizado de conhecimentos acadêmicos aliado aos desafios e experiências práticas do mercado. O curso busca inserir os estudantes em situações reais das organizações.

Oferecido gratuitamente a alunos e ex-alunos dos cursos de pós-graduação do IAG, além de funcionários das empresas, a Advanced Analytics (análise avançada de dados) é uma técnica que tem ganhado cada vez mais espaço na área de negócios.

 

Tráfico agradece

O prefeito Marcelo Crivella vai reduzir para meio período o horário de creches em algumas comunidades do Rio. De uma só vez, impede mães de trabalhar e coloca as crianças nas ruas.

 

Espelho

Se Dória Jr. se espelha em Donald Trump, não pode ficar neste vai e volta de seus factoides após ser acuado pela mídia. O original, se dissesse que ia distribuir ração para os pobres, fincaria pé.

 

Rápidas

A FGV realiza em São Paulo esta semana vários eventos. Nesta quinta-feira, a partir das 8h, seminário sobre a macroeconomia brasileira. Quinta e sexta, a décima edição do Congresso Latino-Americano de Varejo (CLAV). E na sexta, junto com o Consulado-Geral dos Países Baixos em São Paulo, recebe, a partir das 9h, o professor Roel Nieuwenkamp, coordenador do Grupo de Trabalho da OCDE sobre Responsible Business Conduct *** O Lide, do prefeito Dória Jr., realiza o primeiro Fórum Nacional de Competitividade, dia 25, das 8h às 14h, no Hotel Grand Hyatt, em São Paulo *** Na próxima terça-feira, o Grupo Insigne-Audiplanus realiza oficina sobre a Reforma Trabalhista no Novotel, na Barra da Tijuca (RJ). Informações pelo e-mail [email protected] *** O Américas Shopping apresenta dia 21 a peça Hora de Aventura. No dia seguinte, é a vez da Família Addams *** Formação do profissional, economia sustentável e novas tecnologias serão debatidas na quarta edição do Seminário de Atualização Tecnológica e o Setor de Joias e Bijuterias, promovido pela Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro (Ajorio), em parceria com a Firjan. O evento será realizado nesta sexta, na sede do Sistema Firjan, de 9h às 18h. Confira em www.ajorio.com.br *** A rede Megamatte, depois de lançar franquia no formato quiosque, apresenta agora o modelo contêiner.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Suíça é ponte para exportações à Rússia

Vendas do País que lava mais branco aos russos cresceram mais de 80% desde fevereiro.

Homens pintam melhor que mulheres?

Não, mas recebem 10 vezes mais por obra.

Rio tem opções de áreas para termelétricas

Estado tem as melhores características na Região Sudeste, diz Wagner Victer.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano

Títulos públicos prefixados: maiores rentabilidades de julho

Destaque ficou com os prefixados de vencimentos mais longos, representados pelo IRF-M1+

Economia prepara projeto para abrir fundos de pensão ao mercado

Em jogo, patrimônio de R$ 1 trilhão acumulado pelos fundos fechados de previdência.