ARACRUZ CELULOSE

Lucro no segundo trimestre cresce 38%
Vendas crescem 23% e batem recorde, ao totalizarem 832 mil toneladas
A Aracruz Celulose obteve no segundo trimestre de 2007 lucro líquido de R$ 318,5 milhões, resultado superior em 38% ao registrado no mesmo período do ano anterior. O volume de vendas alcançou nível recorde de 832 mil toneladas, 23% maior do que no primeiro trimestre do ano. Os preços líquidos de celulose mostraram melhora de 5% e 2%, em dólares, em relação ao segundo trimestre de 2006 e ao primeiro de 2007, respectivamente. A combinação de maior volume de vendas e alta dos preços, em dólares, elevou a receita líquida a R$ 980 milhões.
O Ebitda ajustado do trimestre, que incluiu 50% do valor da Veracel e desconsidera os efeitos contábeis que não afetam a geração de caixa, chegou a R$ 430 milhões, comparado a R$ 416 milhões do primeiro trimestre de 2007. A diferença deveu-se, principalmente, ao maior volume de vendas.
As vendas de celulose da Aracruz no segundo trimestre alcançaram recorde, totalizando 832 mil toneladas, 23% e 15% superior ao primeiro trimestre deste ano e ao segundo trimestre de 2006, respectivamente: 692 mil produzidas nas Unidades Barra do Riacho e Guaíba, 139 mil pela Veracel e 1 mil referentes a 50% das vendas diretas da joint venture.
A Aracruz, incluindo 50% da Veracel, produziu no segundo trimestre 763 mil toneladas de celulose, volume 4% menor que o do segundo trimestre de 2006, devido ao impacto da parada para manutenção na fábrica “B” da Unidade Barra do Riacho (ES), que ano passado foi realizada no terceiro trimestre. A parada para manutenção anual de 10 dias das fábricas “A” e “C” está planejada para o próximo trimestre, quando será realizada a finalização do projeto de otimização da unidade. Na Unidade Guaíba (RS), a parada anual para manutenção ocorrerá no quarto trimestre de 2007.
De acordo com o relatório da Aracruz, o cenário de celulose de mercado continua positivo, com embarques até maio ultrapassando os níveis de 2006, segundo o relatório World-19 do Conselho de Produtos de Papel e Celulose (PPPC). No acumulado de janeiro a maio de 2007, quando analisamos por tipo de fibra de celulose, o eucalipto, com crescimento de 10% (390 mil toneladas) em relação ao ano anterior, continua apresentando a melhor performance de todas as fibras de celulose de madeira, em termos absolutos.
Nos últimos cinco anos a fibra de eucalipto cresceu a uma taxa média anual de 9%, a melhor performance entre todas as fibras de madeira. Este crescimento reflete a preferência entre produtores de papel de imprimir e escrever e papeis sanitários pelas características da fibra de eucalipto.
A menor disponibilidade de produto tem sido conduzida por fatores que ainda podem influenciar o mercado no curto prazo. Entre eles estão as dificuldades contínuas no suprimento de celulose, devido a escassez de madeira (que pode se agravar com o aumento das tarifas para exportação de madeira na Rússia), tentativas de alguns produtores integrados de comprar celulose de mercado, e paradas para manutenção; a valorização do euro e do dólar canadense em relação ao dólar americano – que impacta diretamente a estrutura de custo -, e greves, principalmente no Canadá. Na Europa, a maior região consumidora de celulose de mercado, os estoques de celulose de fibra curta, que em janeiro de 2004 situavam-se em 35 dias, terminaram o mês de maio com 23 dias de abastecimento.
Pelo terceiro ano consecutivo, as expectativas do mercado foram revertidas em relação à curva de preços da celulose. Em maio, foi anunciado mais um aumento de preços para todas as regiões, efetivo a partir de junho. Com isso, o preço lista para a Europa alcançou US$ 700/t, um aumento de 43% em relação ao preço de US$ 490/t de outubro de 2004.
Ao final deste segundo trimestre, a Aracruz manteve a proteção da exposição do fluxo de caixa contra a valorização do real, com uma posição vendida em dólares na BM&F equivalente a US$ 550 milhões, ou aproximadamente 9 meses de exposição do fluxo de caixa. Os resultados são reconhecidos como receita financeira. A operação de derivativos cambiais (contratos de dólar futuro) acumulada no ano, até o mês de junho, representou um ganho de cerca de R$ 113 milhões, e seria equivalente a aproximadamente R$ 36/t.
No último trimestre, a companhia teve seu rating elevado pela agência de classificação de risco Standard & Poor”s, de “BBB-” para “BBB” (o segundo degrau na escala de classificação como grau de investimento). De acordo com o comunicado da agência, que incorporou em sua avaliação uma tendência positiva no longo prazo para a indústria brasileira de papel e celulose, a elevação do rating da Aracruz refletiu o longo histórico de forte desempenho financeiro e de qualidade creditícia da empresa, aliado à redução do risco-país no Brasil.
O prazo médio de amortização da dívida da companhia, incluindo a participação na Veracel, aumentou de 48 meses, no final do 2º trimestre de 2006, para 65 meses em junho. No final do mesmo mês, o caixa da companhia correspondia a 3,8 vezes a dívida de curto prazo.

Artigo anteriorVisão
Próximo artigoAs voltas que a política dá
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

Mirem-se nos exemplos da Shell e da Exxon

Petrobras é fundamental para o desenvolvimento brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Investimento chinês em pesquisa aumentará 7% ao ano até 2025

País divulga 14º Plano Quinquenal; desde 1953, PIB cresceu 1.232 vezes.

FMI: orçamento deve atender direitos das mulheres

No Egito, por exemplo, houve mais recursos para serviços públicos de creche.

Planos registram maior número de beneficiários desde dezembro de 2016

Dados de janeiro foram divulgados hoje pela ANS e confirmam tendência de crescimento no país.

MP-RJ pede júri popular para Flordelis e mais oito réus

Deputada é acusada de mandar matar o marido; 11 réus respondem ao processo, mas o MP pediu para não se pronunciar sobre dois deles.

Payroll de fevereiro surpreendeu positivamente as expectativas

Soma-se às surpresas a revisão no número anterior de 49k para 166k e, principalmente, a criação de vagas no setor privado em 465k.