Área em shopping em MG já com renda de aluguel

Petros leiloa 56 imóveis no Rio, São Paulo e Minas.

Leilão e Cia / 18:24 - 7 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A Frazão Leilões realizará no próximo dia 30, às 11hs, o leilão de 56 imóveis da Petros, sendo salas e lajes comerciais, lojas e até mesmo a participação em imóvel situado nas dependências do Shopping Del Rey em Belo Horizonte (MG). Os lances iniciais partem de R$ 58.608 e vão até R$ 28.770.000. São imóveis desocupados ou locados, que podem ser pagos à vista ou parcelado com sinal de 20% mais 36 parcelas mensais. Os lotes estão em grande maioria concentrados em dois empreendimentos comerciais situados nas cidades de Brasília e Rio de Janeiro:

O Edifício OAB - Setor de Autarquias Sul, Bloco N - Quadra 05, Brasília/DF concentra o maior número de imóveis, totalizando 39 salas comerciais, com e sem vaga de garagem e lance inicial a partir de R$ 71.947. Ainda em Brasília, há 5 lajes comerciais no Centro Empresarial Varig com lance inicial a partir de R$ 4.186.257 para 805m² e 15 vagas de garagem.

No Rio de Janeiro, são 10 salas comerciais e 2 lojas no Condomínio dos Edifícios Rio Office Park 4 e 5, Jacarepaguá, com lances iniciais que variam de R$ 58.608 a R$ 1.504.453, dependendo da metragem e quantidade de vagas na garagem que o lote oferece.

Na capital paulista, 3 pavimentos no conhecido Centro Empresarial de São Paulo, com área útil de 2.844,05m²/cada e 84 vagas de garagem, irão a leilão conjuntamente com lance inicial de R$ 28.770.000.

Por último, o destaque do leilão, é sem dúvida a participação de 20% em um imóvel localizado dentro do Shopping Del Rey, em Belo Horizonte/MG. São mais 15.000m², com a maior parte locada (70%) por duas grandes e conhecidas lojas do segmento de varejo. Para adquirir essa participação, o lance mínimo é de R$ 10.765.000, e há renda garantida pelas locações, que vão até 2027 e 2029.

Os interessados poderão participar presencialmente no auditório da Frazão Leilões (Rua da Mooca, 3547 - São Paulo/SP), ou pela internet. O leilão já está aberto para receber lances online.

 

Automóveis do Tribunal de Justiça

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) realizará, de 13 a 19 de outubro, mais um leilão de veículos usados. No último, em setembro, foram vendidos 45 carros. Desta vez serão ofertados 50 veículos. Regido pelo Edital 38/2020, o certame ocorrerá de forma eletrônica através de plataforma do Governo de Minas Gerais.

Serão colocados à venda veículos Fiat Palio, VW Kombi e Mercedes Sprinter. Todos os carros apresentam ótimo estado de conservação, de acordo com o TJMG, porém quilometragem variada. Os veículos têm, no máximo, 10 anos de uso.

Os interessados devem se cadastrar no Sistema Eletrônico de Leilões, plataforma de leilões. Os lances podem ser dados das 8h do dia 13 até as 11h do dia 19 de outubro. Antes da disputa, os interessados podem avaliar os veículos no pátio do Tribunal (Rua Sócrates Alvim, 10, Bairro Camargos, Belo Horizonte). As avaliações são feitas externamente, pois todos os carros permanecem fechados. As visitas ocorrerão nos dias 15 e 16, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

O bem arrematado deverá ser quitado à vista através de documento de arrecadação estadual (DAE), disponibilizado após encerramento do certame. Caso não execute o pagamento, o comprador perderá o direito de aquisição e estará sujeito às penalidades estipuladas no edital, como advertência e multa de 20% sobre o valor do lance final.

 

J. Safra vende imóveis desocupados

O Banco J. Safra realiza, em 23 de outubro, a partir das 15h, um leilão online de imóveis desocupados. Ao total são 11 imóveis residenciais, sendo oito deles na capital paulista, dois no interior de São Paulo e outro em Manaus (AM). O evento será realizado por Fernando Cerello, leiloeiro da Mega Leilões, no site oficial da empresa.

Os imóveis estão localizados nos bairros da Barra Funda, Tatuapé, Morumbi e Santa Efigênia. O lance inicial mais barato é de um apartamento na região central, sendo leiloado a R$ 239.800. Já o lance inicial mais caro vai para um apartamento no Jardim Morumbi, sendo ofertado a R$ 2.100.000.

Dentre as condições de pagamento, se destaca a possibilidade de financiamento, em que o comprador pode dar um sinal de entrada, que varia de 20 a 30% do lance, e quitar o restante em parcelas mensais. Além disso, existe a possibilidade de utilização do FGTS como parte do processo de conclusão da compra, vide edital.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor