Armas químicas eliminadas ‘reapareceram’

Mídia ocidental ignora até seu próprio noticiário.

Em 27 de setembro de 2017, a agência de notícias Associated Press (AP) noticiou: “A Rússia completou na quarta-feira a tarefa de destruir seus enormes estoques de armas químicas da era da Guerra Fria (…) Ahmet Uzumcu, diretor-geral da Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq), elogiou a Rússia por alcançar um ‘marco importante’ com a destruição de seus arsenais químicos.”

Na ocasião, Vladimir Putin aproveitou para alfinetar os Estados Unidos por ficarem para trás no desmantelamento de seus arsenais. “Esperamos que os EUA, assim como outras nações, cumpram todas as suas obrigações”, disse, segundo a AP. Segundo a Opaq, 193 Estados assinaram a convenção; apenas 4 não assinaram; Israel, apesar de assinar em 1973, não ratificou a adesão. Em janeiro de 2022, 99% dos estoques de armas químicas declarados do mundo foram destruídos, segundo a Organização.

As informações tornam ainda mais duvidosa a acusação da Ucrânia de uso de armas químicas pelo Exército russo. Mas os meios de comunicação ocidentais divulgam a afirmação como se trouxesse verdades incontestáveis, com pequenas reticências no pé das matérias, ignorando o que a própria mídia divulgou há quase 5 anos. Para piorar, a fonte é o Batalhão Azov, a parte explicitamente nazista do Exército ucraniano, e ele mesmo, o Azov, do qual se poderia esperar uso de armas proibidas. A hipocrisia segue a todo vapor.

 

Passado condena

Pesquisa realizada pelo Instituto Internacional de História Social (IISH), sediado em Amsterdã, concluiu que o tráfico de escravos desempenhou um papel importante na história do banco holandês ABN Amro. Nos séculos 18 e 19, os dois antecessores legais da instituição financeira – Hope and Co. e R. Mees e Zoonen – estavam envolvidos no comércio de escravos, escravidão em plantações e comércio de produtos originados da escravidão.

Mees e Zoonen intermediou seguros para navios negreiros e remessas de mercadorias colhidas por pessoas escravizadas, enquanto Hope and Co. “era a maior empresa financeira e comercial da Holanda no final do século 18, e as operações relacionadas à escravidão formavam uma parte central de seus negócios”, disse Pepijn Brandon, pesquisador sênior do IISH, segundo a agência de notícias Xinhua.

O banco, que encomendou a pesquisa, pediu desculpas: “A escravidão causou sofrimento incalculável, e o ABN AMRO pede desculpas pelas ações e atividades desses antecessores.”

 

É Natal

O Governo Bolsonaro espera receber R$ 250 milhões de outorga pela relicitação do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (Natal, RN). Mas pagará o dobro, R$ 500 milhões, em indenizações ao antigo concessionário pelos investimentos realizados. Isso é que é negócio!

 

Rápidas

Estão abertas as inscrições para o Curso Introdutório de Direito de Energia Elétrica, que a Escola Superior do Instituto dos Advogados Brasileiros (Esiab) realizará a partir de 27 de abril. Mais informações: (21) 2240-3173 *** Marcio Teschima, vice-presidente da Conselheiros TrendsInnovation, alcançou o Prêmio Executivo de TI do Ano de 2022 na categoria Vantagem Competitiva – Faturamento até R$ 1 bilhão, da IT Forum.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

A Rota dos Vinhos do Tejo

Degustação apresenta a riqueza e diversidade da histórica e ainda desconhecida produção.

Fiat lança furgão Scudo com motor turbodiesel ou elétrico

Veículo para a última fase de entrega de produtos.

Últimas Notícias

Safra de soja 2021/22 tem previsão de 126,18 mi de t

Estudo projeta 116,10 mi de t para as duas safras de milho.

China intensifica esforços para aliviar carga tributária das empresas

Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

Reservatórios fecham junho com o melhor índice em 10 anos

Período seco está iniciando o seu terceiro mês e afluências devem ficar abaixo da média na primeira semana de julho.

China lançará esquema de conexão de swap de juros Continente-HK

O banco central chinês, o Banco Popular da China (PBOC), anunciou na segunda-feira a aprovação de três instituições de infraestrutura financeira para desenvolver um esquema de acesso mútuo conectando os mercados de swap de taxas de juros do continente chinês e da Região Administrativa Especial de Hong Kong (HKSAR), informou Xinhua Finance nesta segunda-feira.

Presidente do Egito inaugura teste de VLT fabricado na China

O primeiro sistema de transporte Veículo Leve sobre Trilhos Eletrificados (VLT) do Egito, construído em conjunto por empresas chinesas e egípcias, começou seu teste no domingo.