As fake news das pesquisas eleitorais

Na Bolívia, mesmo as mais favoráveis tiveram erro de quase 100%.

Fatos e Comentários / 20:04 - 19 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O resultado das eleições na Bolívia (ainda que o oficial demore) é mais uma prova, se preciso for, de como as pesquisas eleitorais se distanciaram de uma ferramenta para acompanhar as opiniões e viraram um mecanismo de apoio a candidaturas queridas pelo establishment.

Dois dias antes da ida às urnas, uma agência de notícias (fake news?) internacional divulgou pesquisa em que o candidato Luis Arce, do partido de Evo Morales, aparecia à frente de Carlos Mesa por apenas 6 pontos. Mesmo as mais favoráveis ao virtual presidente indicavam uma diferença de 10 a 12 pontos, e nunca Arce aparecia com mais de 50% dos votos. A realidade mostrou que não só a maioria absoluta foi alcançada, como a distância para o segundo colocado deve ficar na casa dos 20 pontos.

Passadas as eleições, virão as explicações de praxe: uma “virada” do eleitorado na última hora, dificuldade de se medir a opinião do homem do campo e (esta é nova) pesquisas feitas por telefone por causa da pandemia. Falar em mudança repentina da opinião do eleitor em favor de um partido que governou o país por mais de 13 anos – e de lá só saiu através de golpe – soa como piada.

As companhias de pesquisa – que preferem ser chamadas de institutos – perderam sua capacidade de refletir a realidade a partir do momento em que se sujeitaram ao jogo político. Forçar a opinião do eleitor indeciso com o “em quem você votaria se as eleições fossem hoje” ajuda a manipular a disputa em favor dos mais conhecidos e badalados. O caso se torna pior com empresas de pesquisa ligadas veladamente a partidos ou abertamente a instituições financeiras. Há exceções, claro, mas mesmo essas se distanciaram do eleitor, sem conseguir acompanhar as mudanças provocadas pela internet.

De resto, fica comprovado o golpe na Bolívia e o apoio popular a Evo e seu grupo. Tentar dizer agora, como fazem alguns veículos de comunicação, que Arce é diferente de Evo é patético.

 

Contra enchentes

A Araguaia Empreendimentos está colocando manilhas em comunidade em Vargem Grande, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. No local está sendo construído um condomínio de galpões. A obra é para promover a passagem correta de água pluvial de todo loteamento. Uma maneira de ajudar várias famílias que, frequentemente, sofrem com enchentes provocadas por chuvas.

 

É do Brasil

A aeronave C-390, da Embraer, ganhou 2 prêmios da revista “Aviation Week”. Como disse, em artigo, Josué Gomes da Silva, filho do ex-vice-presidente José Alencar, o sucesso da Embraer é a prova de que o Brasil pode voltar a ter posição de destaque no ranking global da indústria.

 

Rápidas

“Prorrogação de suspensão e redução e os impactos no 13ºsalário e nas férias dos empregados domésticos” será tema da live que o especialista Mario Avelino, presidente do Instituto Doméstica Legal, realizará nesta quarta feira, às 19h, no canal do YouTube *** A Convergência pelo Brasil e a ICC Brasil lançam a série de webinários “Agenda Prática para a Retomada Verde”, nesta terça, 9h. O primeiro terá como tema “Precificação de carbono: Oportunidades e riscos para o Brasil em uma economia de baixo carbono”, com a participação do ex-ministro da Fazenda e signatário da Convergência pelo Brasil Joaquim Levy. Transmissão pelo YouTube *** Aasp realizará nesta terça-feira, às 14h30, o webinário “A prova nas ações de família”. Inscrições aqui *** Nesta terça, às 8h, o advogado Cristóvão Macedo Soares, sócio do Bosisio Advogados, participa da live “Delivery”, para tratar dos aspectos jurídicos envolvendo a relação entre empresas e entregadores. No Instagram *** Nesta terça, às 19h, o Fórum 3C, que reúne mais de 20 empresas de contabilidade pelo país, realiza live com a conselheira Ana Carolina, da Ferconti, e diretora Elisângela Castelo, da Innove. O tema será “Como a excelência no atendimento ao seu cliente pode tornar seu negócio contábil mais lucrativo”. O acesso será através do link bit.ly/2SiGOPt *** Até novembro, Hotéis Rio, Abrasce, Asserj, Ademi e o Sinduscon-Rio realizarão encontros virtuais com os quatro candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro mais bem posicionados na pesquisa do DataFolha. O primeiro encontro será com Martha Rocha nesta terça-feira, seguido de Eduardo Paes (27), Benedita da Silva (3/11) e Marcelo Crivella (10/11). A transmissão será através do Facebook do Hotéis Rio e do canal da Asserj no YouTube.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor