As principais mudanças ocorridas no Direito Securitário

Por Anne Caroline Wendler.

O ano de 2021 foi marcado por reformas regulatórias significativas no mercado securitário, que vieram consolidar o novo marco regulatório, que tem como característica a simplificação da regulação.

Simplificações como a utilização de meios remotos para anuências e maior liberdade contratual das partes, mediante a adoção de condições contratuais e não mais a utilização do clausulado padrão das condições especiais e particulares, trouxeram mais competitividade, transparência e inovação para o setor, indo ao encontro das expectativas dos segurados.

Só neste último ano, por exemplo, a produção normativa contou com 30 novas circulares Susep e 23 Resoluções CNSP. Dentre as alterações regulatórias, merecem destaque: a Circular 621/2021, que regula as regras e critérios para a operação das coberturas dos seguros de danos; a Circular 637/2021, que define regras de simplificação para os seguros do grupo responsabilidades; e a Circular 639/2021 que dispõe sobre regras e critérios para a operação de seguros do grupo automóvel.

 

Entenda cada uma das novidades

 

  • A Circular 621/2021, que regula a operação das coberturas dos seguros de danos, excluiu a menção ao uso de condições especiais e particulares, para se referir somente às condições contratuais, dada a abertura da possibilidade da prévia discussão das condições entre as partes. Sobre as condições contratuais, o segurado poderá contratar coberturas de ramos diversos em uma única apólice. Por exemplo, poderá contratar cobertura tanto para sua residência como para o seu automóvel, mediante o desenvolvimento de produtos pelas seguradoras que permitam tal contratação de coberturas diversas.
  • Nesta mesma linha, a Circular 639/2021, que dispõe sobre a operação do seguro auto, trouxe como novidade a possibilidade do seguro automóvel ser contratado para garantia direta ao segurado, sem vinculação a um veículo específico. Foi incluída também a flexibilização de abrangência da cobertura de acidentes pessoais de passageiros (APP) para que não se vincule a um veículo específico, mas sim ao segurado, independente de quem seja o proprietário, devendo tal disposição ser disposta de forma clara nas condições contratuais.
  • Por fim, a Circular 637/2021, ao dispor sobre os seguros do grupo responsabilidades, também trouxe alterações relevantes. Conforme prevê a mencionada Circular, no seguro de responsabilidade civil, a sociedade seguradora garante o interesse do segurado, quando este for responsabilizado por danos causados a terceiros e obrigado a indenizá-los, a título de reparação, por decisão judicial ou decisão em juízo arbitral, ou por acordo com os terceiros prejudicados, mediante a anuência da sociedade seguradora, desde que atendidas as disposições do contrato. Dentre as alterações trazidas por esta Circular, verifica-se a dispensa da necessidade prévia do trânsito em julgado da decisão para o pagamento de indenização pela seguradora. Destaca-se, ainda, que além das decisões judiciais e arbitrais, a decisão administrativa do Poder Público também poderá ser utilizada para fundamentar pedido de pagamento do seguro.

A renovação do ordenamento regulatório da Susep, em especial, a simplificação da regulação, concederá maior liberdade e, portanto, maior responsabilidade para as seguradoras pelos produtos que desenvolvem e comercializam. O que deverá demandar preparo para a adaptação e atendimento dos anseios e necessidades do segurado.

 

Anne Caroline Wendler é advogada e sócia sênior do escritório Rücker Curi Advocacia e Consultoria, membro da Comissão de Direito Securitário da OAB/PR.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Vários tons de verde

PIB cresce mesmo que sociedade utilize processos intensivos em energia baseada em recursos renováveis.

R5, a nova onda dos Brics

Paulo Nogueira Batista Jr. defende impulso a uso de moedas nacionais nas relações do bloco.

Leilão da Casa de infância de Elvis Presley

Imóvel foi desmontado e encontra-se em um trailer.

Últimas Notícias

Cruzeiros marítimos estão em busca do tempo perdido

O setor quer recuperar o tempo que a pandemia atrapalhou

Fundos de investimento: R$ 8 bi de captação líquida

Renda fixa foi o destaque do primeiro semestre

Petrobras faz oferta de recompra de títulos globais

Interessados têm prazo até 12 de julho

Inscrições para Prêmio de Inovação em Seguros da CNseg

Premiação acontecerá em dezembro para três categorias

Abavt apresenta propostas para Dpvat

Ministério da Economia cria grupo de trabalho para discutir solução