Ásia fecha em baixa; Europa desacelera e futuros de NY no azul

Bolsas europeias reduziram ganhos; PIB da Zona do Euro revelou uma contração sem precedentes no segundo trimestre.

Opinião do Analista / 11:12 - 31 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As Bolsas europeias reduziram os ganhos ao passo em que a divulgação do Produto Interno Bruto da Zona do Euro revelou uma contração sem precedentes de 12,1% no segundo trimestre frente ao primeiro trimestre desde ano. Às 7h16, a Bolsa de Londres caía 0,16%, a de Paris avançava 0,32% e a de Frankfurt estava em 0,01%. Em paralelo, os índices futuros de Nova Iorque sobem sendo sustentados, grosso modo, pelas quatro gigantes tecnológicas: Apple, Amazon, Alphabet - conglomerado dono do Google - e Facebook. Tal sustentação é reflexo do fato de que os balanços de cada uma das empresas superaram as expectativas dos analistas financeiros. Às 7h16, no mercado futuro, Dow Jones subia 0,03%, S&P 500 avançava 0,07% e Nasdaq se valorizava 0,78%. Por fim, do outro lado do globo, as bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta sexta-feira. O japonês Nikkei caiu 2,82% em Tóquio, enquanto o Hang Seng recuou 0,47% em Hong Kong, o sul-coreano Kospi se desvalorizou 0,78% em Seul. O Xangai Composto subiu 0,71%. Na Oceania, o S&P/ASX 200 caiu 2,04% em Sydney.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa de Câmbio

Travelex Bank

www.travelexbank.com.br

Fonte: Broadcast

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor