Assédio Moral e Sexual no Âmbito da Administração Pública

Humilhações, constrangimentos, perseguição, xingamentos, obrigação de atingir metas absurdas. Tais práticas, em um mercado de trabalho onde as vagas são poucas, tornam-se cada vez mais comuns. No setor público, que deveria servir de bom exemplo, não é diferente. Tanto no setor público quanto privado, o assédio moral desestabiliza os colaboradores, reduz a autoestima e leva à desmotivação. Tal cenário impacta os resultados, pois diminui os níveis de produtividade, amplia a rotatividade e o absenteísmo.
No serviço público federal, entre os efetivos, as estatísticas da Controladoria-Geral da União (CGU) dão conta que do dia 1º de janeiro de 2014 até 11 de abril de 2019 foram registrados 906 processos que tratam de assédio. Apesar do número ser reduzido, o problema é muito maior, pois a maioria dos trabalhadores evita chegar a esse ponto.
Este e outros assuntos são tema de debate da próxima palestra do ciclo de webinars “Percurso Educativo – a Nova Gestão Pública”, realizado pela Fundação de Apoio à Tecnologia (Fundação Fat). O evento, que acontece no próximo dia 28 tem como tema o assédio moral e sexual na administração pública e contará com a presença Dra. Olga Vishnevsky Fortes, Juíza do Trabalho, Titular da 7ª Vara da Zona Sul de São Paulo e presidente em exercício da Associação Brasileira de Magistrados do Trabalho (ABMT). Ela é pós-graduada em Processo Civil pela FMU e em Administração Judiciária pela Fundação Getúlio Vargas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do link: inscrição: Inscrição: https://forms.gle/9wFKZC15u1oKLcRi9

 

Artigos Relacionados

FGV: Desafios regulatórios dos planos de saúde individuais

Com reajuste negativo concedido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) nesse ano, os planos de saúde individuais estão na pauta das discussões nos...

Bharat Biotech nega documento

Com assinatura de um suposto diretor-executivo e papel timbrado e carimbado, laboratório Bharat Biotech, fabricante da vacina Covaxin, negou a autenticidade de dois documentos...

Previdência complementar em debate

A diretora-presidente da Brasilprev, Ângela Assis, participa nesta quinta-feira (23) do webinário da FGV “Mercado de seguros: Previdência complementar em debate”. O ministro do...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Taxar dividendos aumentou investimentos na França

Redução, nos EUA e na Suécia, só elevou distribuição de lucros.

Petroleiro tem maior produtividade da indústria no Brasil

Mesmo com setor extrativista, participação industrial no PIB caiu de 25% para 20%.

Exportação cresce, mas só com produtos pouco elaborados

Superávit de quase US$ 7 bilhões até a quarta semana de julho.

Bolsonaro comanda pior resposta à pandemia da AL

Para formadores de opinião, Brasil foi pior até que a estigmatizada Venezuela.