‘Até o passado é imprevisível’

Mercados da Ásia terminaram o dia com quedas e destaque para Tóquio, com -1,28%.

A frase atribuída ao ex-ministro Pedro Malan dizia que até o passado é imprevisível no Brasil. Pois bem, OAN, AMB e servidores entraram no STF para suspender as mudanças da PEC dos Precatórios e retirar do teto de gastos. Além disso, o novo líder do PT quer rever a autonomia do Banco Central. Eta Brasil complicado.

Ontem, no final do dia, os mercados dos EUA desaceleraram e, com isso, puxaram para baixo a Bovespa, que vinha lutando para se manter acima dos 106 mil pontos do índice. Resultado disso, a Bovespa encerrou com queda de 0,15% e índice em 105.529 pontos, dólar com leve queda de 0,10%, cotado a R$ 5,529, Dow Jones com queda de 0,49% e Nasdaq com -2,51%, muito pressionado pelas ações de tecnologia.

Hoje, mercados da Ásia terminaram o dia com quedas e destaque para Tóquio, com -1,28%. Europa começando novo dia em queda e futuros do mercado americano com leve alta. Aqui, precisamos nos aproximar da faixa de 108.600 pontos para adquirir maior tração e consolidar movimento de recuperação. A variante Ômicron segue no radar das preocupações dos investidores no mundo com recordes de contágio (aqui também), mas começam a entrar no foco também os resultados de empresas no quarto trimestre de 2021. Hoje, vamos ter balanços de JP Morgan, Citigroup e Wells Fargo.

Na China, durante a madrugada, foi anunciado o superávit comercial de 2021 em US$ 676,4 bilhões, com dezembro mostrando superávit de US$ 94,5 bilhões (maior que o previsto de US$ 77 bilhões), fruto de exportações maiores em 20,9% e importações crescendo 19,5%. No Reino Unido, a produção industrial de novembro cresceu 1%, de previsão de +0,5%. Boris Johnson foi prestigiado por seus ministros e afasta risco.

Na Alemanha, o PIB de 2021 mostrou alta de 2,7%, igual ao que estava sendo previsto, mas ainda segue inferior ao período da pré-pandemia. Na Zona do Euro, tivemos déficit na balança comercial de novembro de 1,2 bilhão de euros, e a Coreia do Sul elevou os juros básicos para 1,25%, vindo de 1%. Os EUA dizem que a Rússia tem adotado medidas para minar a segurança europeia, e a tensão na Ucrânia prossegue.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em Nova Iorque, mostrava alta de 0,78%, com o barril cotado a US$ 8276. O euro era transacionado em leve alta para US$ 1,146 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,74%. O ouro e a prata mostravam altas na Comex, e commodities agrícolas com viés de queda na Bolsa de Chicago.

Aqui, Bolsonaro libera recursos para complementação de estradas e cidades atingidas pelas enchentes e quer reajustar salários de militares. Sobre isso, o ministro Paulo Guedes teve reunião ontem com o Sindifisco, que não chegou a uma proposta efetiva e, portanto, a mobilização continua e vai aumentar.

Na agenda agitada do dia, teremos as vendas no varejo de novembro divulgadas pelo IBGE. Nos EUA, teremos a produção industrial e vendas no varejo de dezembro, a confiança do consumidor de Michigan de janeiro e discurso do presidente do Fed de Nova Iorque, John Williams.

Expectativa de Bovespa podendo tentar alta, mas depende do cenário externo e da agenda. Dólar mais acomodado e juros em queda.

Ontem, a sessão mostrou mercados meio sem rumo e com constantes mudanças de sinais entre positivo e negativo. Bolsas da Europa começaram o dia com quedas e fecharam em alta. Nos EUA e aqui, muitas trocas. Bovespa trocando muitas vezes de sinal ao longo do dia, dólar começando em alta, e depois caindo no exterior, e por aqui acompanhamos isso de perto. Também, pudera: os investidores ainda tentam avaliar como será o endurecimento da política monetária americana (e de outros países), quais os efeitos da expansão de contagio pela Ômicron, como isso impactará nas cadeias de suprimentos, inflação e também no crescimento global. Como sempre, os países emergentes serão os que mais vão sofrer com tudo isso. O Brasil um pouco mais, já que estamos desorganizados nas finanças públicas, em época de eleição (antecipada) e com muitos desgastes nos três poderes.

No exterior, a percepção é que o Banco Central Europeu (BCE) não deve aumentar juros básicos antes de encerrar a compra de ativos. Já a China, com perspectiva de desaceleração de sua economia, espera que os EUA facilitem o comércio bilateral, pouco factível nessas épocas de aumento do protecionismo. Mas a preocupação hoje nos EUA é com relação à inflação alta, que pode persistir por até dois trimestres.

Hoje, tivemos posicionamentos do presidente do Fed de Richmond, Tom Barkin; da Filadélfia, Patrick T. Harker; de Chicago, Charles Evans; e arguição de Lael Brainard no Senado, designada para vice-presidente do Fed na nova gestão de Jerome Powell. Todos mostraram preocupação com a inflação e alguma pressa em ajustar a política monetária, com o tapering terminando em março, juros provavelmente também em março (com até mais três altas em 2022) e anunciando em setembro a redução do balanço patrimonial.

Ainda nos EUA, os pedidos de auxílio desemprego da semana anterior cresceram 23 mil posições para 230 mil, quando o esperado eram 200 mil posições. A inflação medida pelo PPI (atacado) de dezembro foi de 0,2% (previsão era 0,4%), com núcleo em 0,5%. Em 12 meses, o PPI desacelerou para 9,8%.

No Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson segue politicamente pressionado, mas não é o caso de renúncia. Já a União Europeia estendeu sanções contra a Rússia por mais seis meses em função das sanções, e o quadro é bastante tenso na região.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em Nova Iorque, mostrava também oscilações positivas e negativas, estando no encerramento com -0,63% e barril cotado a US$ 82,12. O euro era transacionado em alta para US$ 1,146 e notes americanos de 10 anos com juros em queda para 1,70%. O ouro e a prata com quedas na Comex, e commodities agrícolas com viés negativo na Bolsa de Chicago. O minério de ferro teve dia de queda de 2,85% durante a madrugada, em Qingdao, com a tonelada cotada em US$ 129,87, afetando siderúrgicas e Vale por aqui.

No segmento doméstico, o IBGE anunciou que o volume de serviços prestados de novembro cresceu 2,4% e, contra novembro de 2020, ficou com alta de 10%. A receita bruta nominal expandiu 15,5% e 4 de 5 atividades mostraram alta. Serviços às famílias com +2,8% e, contra igual período, alta de 21%, mas, ainda assim, 11,8% abaixo do período pré-pandemia e 22,3% abaixo do pico de outubro de 2013. Foi uma surpresa positiva que não deve se repetir em dezembro.

No plano político, o presidente Bolsonaro entregou a gestão orçamentária para a Casa Civil (leia-se Centrão), já que a Economia terá de pedir aval da Casa Civil. Hugo Leal, que foi o relator, disse que vai seguir a lógica da política financeira. Com isso, Bolsonaro terá ou entregará grande dificuldade ao próximo governante. O TCU também não julgará na próxima semana as mudanças na Eletrobras, que devem ficar para março.

No mercado, dia de dólar oscilante para encerrar o dia com queda de 0,10% e cotado a R$ 5,529. Dólar fraco no exterior motivou a performance interna. Na Bovespa, na sessão do último dia 11, os investidores estrangeiros voltaram a alocar recursos no montante de R$ 624,5 milhões, acumulando em janeiro entradas de R$ 5,04 bilhões. Já os investidores institucionais retiraram no período R$ 5,94 bilhões e investidores individuais alocaram R$ 173,1 milhões. No mercado acionário, dia de alta de 0,16% da Bolsa de Londres, Paris com -0,50% e Frankfurt com +0,13%. Madri e Milão com altas de respectivamente 0,54% e 0,47%. No mercado americano, faltando meia hora para o encerramento, Dow Jones marcava -0,30% e Nasdaq com -2,02% (pressão nas ações techs). Na Bovespa, também faltando meia hora, dia de -0,03% e índice em 105.653 pontos. Na máxima do dia, chegou a atingir 106.250 pontos.

.

Alvaro Bandeira

Economista-chefe do Banco Digital Modalmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Botijão de gás poderia custar R$ 60

Segundo Fernando Siqueira, com média de R$ 114, aproximadamente, o botijão chega a custar até R$ 160.

IGP-10 varia 0,10% em maio

Queda verificada em abril e maio nos preços de grandes commodities agrícolas e minerais contribuiu para queda da inflação ao produtor.

Criação de mais um monopólio privado regional

Recurso de petroleiros contra decisão do Cade sobre venda da Reman

Últimas Notícias

Botijão de gás poderia custar R$ 60

Segundo Fernando Siqueira, com média de R$ 114, aproximadamente, o botijão chega a custar até R$ 160.

IGP-10 varia 0,10% em maio

Queda verificada em abril e maio nos preços de grandes commodities agrícolas e minerais contribuiu para queda da inflação ao produtor.

Previdência privada é pouco usada; 92% dependem de recursos do INSS

Mais da metade dos brasileiros gostaria de parar de trabalhar com 60 anos, mas só 28% acham que vão conseguir.

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.